Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

10/01/2007 - Amazônia Jornal Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Homem falsifica documentos


Surge mais uma informação no caso do faxineiro Antônio Maria Pina Soares, de 33 anos, desaparecido desde o dia 16 de dezembro: documentos foram falsificados e usados para compra de dois aparelhos de televisão em uma loja de departamentos de Belém. A polícia ouviu ontem outro depoimento de Creuzo Galeno Ribeiro Barbosa, de 24 anos. O rapaz, conhecido como Marcelo, teria usado os documentos de Antônio Maria para fazer compras. O caso está sendo investigado pela Seccional Urbana da Sacramenta. Até hoje, ninguém tem pistas de Antônio, que não deu notícias e nem apareceu mais no prédio onde trabalha como faxineiro há doze anos, na área comercial de Belém.

A família suspeita que Antônio tenha sido assassinado. Entretanto, o caso ainda apresenta muitos mistérios. Acompanhado do advogado Humberto Bulhosa, Marcelo afirmou que não viu mais o amigo desde a manhã do dia 16 de dezembro, sábado. Eles dividiam a mesma casa na passagem Stélio Maroja, entre Mirandinha e Santa Lúcia, no bairro do Barreiro.

Marcelo afirmou que Antônio saiu de casa na tarde do dia 16, levando um colchão e um aparelho de televisão. 'Eu sei que ele levou porque quando cheguei em casa, o colchão e a televisão não estavam mais lá', garantiu. Entretanto, em depoimento anterior, Marcelo disse ao delegado Alessandro Bastos que viu Antônio saindo de casa com os objetos.

As informações de Marcelo são desencontradas. Um vendedor da loja de departamentos foi chamado para depor e reconheceu Marcelo. Alguns dias após o desaparecimento do amigo, pouco antes do Natal, ele foi até a loja e comprou dois aparelhos de televisão de 21 polegadas, de tela plana. Para isso, ele usou o cartão e os documentos de Antônio. Marcelo tirou a foto original e colocou uma sua no lugar tanto do Registro de Identidade (RG) quanto da carteira profissional do faxineiro. Para a compra dos aparelhos, ele disse que pagou a metade do valor, ou seja, R$ 800, e parcelou o restante no cartão. Mas o fato causou estranheza entre os delegados, pois depois ele afirmou que vendeu os dois aparelhos por R$ 700.

O delegado Alessandro também questionou como ele conseguiu R$ 800 para comprar os televisores, já que ele é desempregado. Marcelo disse que juntou dinheiro vendendo churrasquinho, mas não comentou sobre o fato de ter vendido os dois televisores por um valor inferior ao que ele gastou durante a compra. Ele disse ainda que já tinha combinado com Antônio para usar o cartão dele na compra de objetos na loja de departamentos. 'Nós tínhamos combinado isso, mas ele sumiu e mesmo assim eu fiz as compras', disse.

A irmã do desaparecido, Benedita Cavalcante Pina suspeita que Marcelo tenha tirado a vida de Antônio. 'É muito estranho este desaparecimento, ele jamais faria isso. E se ele tivesse ido embora, teria levado todos os documentos, mas ele não fez isso. Queremos que ele (Marcelo) conte a verdade e diga pelo menos onde está o corpo do meu irmão, pois a nossa busca ainda não terminou', enfatizou.

No dia 3 deste mês, moradores das proximidades acionaram a polícia porque sentiram um mau cheiro vindo da residência. Havia suspeita de que o corpo do desaparecido estivesse enterrado no terreno. Entretanto, policiais estiveram no local e não encontraram nada. Segundo informações de moradores, Marcelo e Antônio discutiam com freqüência nos dias que antecederam o desaparecimento.

Na tarde de ontem, Marcelo foi interrogado pelos delegados Alessandro Bastos e Adamor Pereira, da Seccional da Sacramenta. Os delegados ainda tentavam obter reais informações sobre o desaparecimento de Antônio, uma vez que as afirmações de Marcelo eram constantemente controversas e confusas.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 515 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal