Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

17/08/2009 - Jornal Periscópio Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Homem é preso com com quase três mil cheques


Após denúncias e investigações, a Polícia Civil prendeu um vendedor por falsificação de documento e uso de documentação falsa. O caso aconteceu no final da tarde de quarta-feira. Ele foi detido quando conduzia um veículo no Centro de Itu.

Segundo informações do Boletim de Ocorrência, a Polícia Civil recebeu várias denúncias sobre a pessoa do investigado, o vendedor M.A.R.P., de 50 anos. Elas davam conta sobre falsificação e uso de documento público e particular e também estelionato. O mesmo também era investigado pela Polícia Civil de Sorocaba suspeito de aplicar vários golpes no município.

O investigador teria comprado o veículo VW Golf, o qual conduzia pela rua Paula Souza, mediante fraude. Os policiais civis abordaram o vendedor e encontraram na sua bolsa dois RGs, um com o nome do vendedor e outro com nome diferente.

O homem foi levado até o Plantão Policial da Delegacia Central. Em uma vistoria no veículo, foi encontrada uma pasta com várias folhas de cheque em branco com o nome falso, sendo pedido que fosse feita uma busca em sua residência, o que foi autorizado por M.A.R.P.

Dentro da casa do vendedor foram encontradas mais folhas de cheque preenchidas e em branco em nome de diversas pessoas, assim como cartões de conta corrente de várias agências e nomes, extratos bancários, contas de telefone, contratos de empresa, talões de nota fiscais e de diversas compras.

No total foram apreendidos quase três mil folhas de cheque, além de oito RGs com nomes diferentes e a mesma foto, sete CPFs, 49 cartões de crédito, mais de 30 extratos bancários, três declarações de Imposto de Renda de Pessoa Física, uma em seu nome, outra com o nome falso que utilizava e ainda outro nome.

O vendedor informou que o material era utilizado para fins lucrativos, pois passava por dificuldades financeiras. Todos os documentos foram apreendidos e serão objetos de investigação pela Unidade da área, inclusive para a localização das vítimas lesadas. M.A.R.P. foi preso em flagrante. O caso foi registrado pelo delegado Régis Campos Vieira.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 291 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal