Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

17/08/2009 - UOL Notícias Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Após 16 anos de gestão marcada por fraudes, remo tem novo presidente


Por sete votos a zero, em oito válidos, o candidato da oposição, Wilson Reeberg, derrotou o ex-todo poderoso presidente da Confederação Brasileira de Remo (CBR), Rodney Bernardes de Araújo, que há 16 anos dirigia a entidade. Nesta segunda-feira, o ex-atleta da seleção brasileira toma posse. Em entrevista ao UOL Esporte, ele se disse surpreso com fraudes encontradas em auditoria feita na CBR.

Rodney e Sady Cayres Berber, que também disputava o cargo, não compareceram ao pleito realizado no sábado, no Rio de Janeiro, quando foi encerrada a intervenção de Mauro Ney Palmeiro, que dirigiu o processo eleitoral.

Há três meses, Rodney chegou a se reeleger para o cargo, durante assembléia realizada em Manaus. Porém, devido às denúncias de irregularidades no pleito, a Justiça acatou pedido de anulação da eleição, encaminhada por Wilson Reeberg. Na mesma ocasião, Palmeiro foi nomeando interventor para regularizar a situação numa das mais tradicionais confederações esportivas do país.

Durante a intervenção de três meses, Palmeiro contratou uma auditoria para ter o perfil da saúde da entidade. O resultado revelou irregularidades da gestão anterior. "Admito que o resultado dessa auditoria ultrapassou minhas expectativas. Todos sabiam que o dinheiro (da CBR) era mal gerido, mas nunca imaginávamos fraude em balanço, especialmente porque tinha sido aprovado pelo conselho fiscal e por uma auditoria independente e publicado em jornal. Imagino o que encontraremos, quando nas contas de exercícios anteriores", disse Wilson Reeberg. Leia, abaixo, os principais trechos da conversa com o UOL Esporte:

Quais as prioridades de seu mandato?
Wilson Reeberg - Apoio aos clubes, em termos de equipamentos e capacitação técnica, segundo um critério de eficiência técnica. Apoio aos atletas com potencial para desempenho em alto nível, visando formar uma geração de vencedores.

Qual a situação financeira da CBR?
Por enquanto, não é nada boa. Mas pode evoluir para péssima, pois os números da auditoria não são finais, já que muita documentação não foi apresentada para exame.

O Brasil, com fartura de águas interiores, tem bom potencial para formar remadores competitivos?
Não tenho a menor dúvida. Quando se viaja pelos Estados Unidos, em qualquer espelho dágua se vê gente remando. Descobri uma escola de remo que funcionava numa "poça" de 250 metros de extensão. Dali saíram dois campeões mundiais. Isso também pode acontecer no Brasil. O Ailson Eráclito da Silva, nosso vice-campeão mundial, é um exemplo. Saiu das barrancas do Rio Negro para ganhar o mundo.

Na situação atual, temos uma geração se preparando adequadamente para as Olimpíadas de Londres, em 2012?
Neste momento não. A "velha CBR" não tinha nenhum planejamento e reconheceu publicamente nos seus relatórios que a participação nos Jogos Olímpicos de 2012 "dependeria do surgimento de um talento". Mas não moveu uma palha para isso. Ficou à espera de um milagre. Mas, antes, teremos um Pan-Americano (Guadalajara, em 2011) e vamos focar neste, primeiro. O remo está devendo um resultado decente ao Brasil nesta competição. E ela servirá para aferir se teremos ou não alguma chance na Olimpíada.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 302 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal