Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

17/08/2009 - Angola Press Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia Económica apreende mais de um milhão de dólares falsos em seis mêses


Luanda - A Polícia Económica apreendeu, de Janeiro a Julho do ano em curso, mais de um milhão de dólares norte-americanos falsos e, em consequênca, sido detidos os supostos autores do crime.

O facto foi revelado em exclusivo à Angop, nesta segunda-feira, em Luanda, pelo Director Nacional da Polícia Económica, sub-comissário Alexandre Canelas, à margem da abertura das actividades dos 28 anos do órgão, a assinalar-se no dia 18 de Setembro próximo.

Segundo o responsável policial, neste período foram igualmente apreendidos 500 mil USD verdadeiros e elevada quantidade de material de reprodução de valores monetários falsos.

"Aproveitamos aqui para alertar à sociedade para estar atenta com este tipo de burla de reprodução de dinheiro e outros produtos de valor tais como o mercúrio que estão a circular em grande quantidade no mercado", frisou.

A alta patente policial apelou à população para denunciar os indivíduos que praticam tais actos para serem encaminhados a tribunal.

Segundo a fonte da Angop, a Polícia Económica deteve nos últmos seis meses nove cidadãos nacionais e cinco expatriados que faziam a injecção de dinheiro falso no mercado nacional.

Adiantou que no período em referência procedeu-se a incineração de um total mais de quatrocentos quilogramas de produtos diversos, avaliados em 848.796.793.91 Kwanzas.

Em termos de fasificação de documentos, a corporação registou 50 casos, tendo sido detidos 58 cidadãos nacionais e oito estrangeiros, bem como foram apreendidos elevadas quantidades de obras discográficas pirateadas.

Neste particular, a Polícia Económica deteve 441 cidadãos nacionais e 19 estrangeiros implicados nos actos ilícitos.

Entretanto, o sub-comissário Alexandre Canelas informou que o seu órgão vai intensificar as acções de combate à actos ilicitos contra a economia e sáude pública, fraudes financeiras bancárias, bem como apostar cada vez mais na formação dos efectivos do órgão para o cumprimento exitoso das suas actividades.

Considerou positvas as actividades desencolvidas pela Polícia Enonómica ao longo dos 28 anos da sua existência.

"Hoje já fizemos serviços de elevada qualificação técnica que nenhuma outra instituição está habilitada a fazer. Em termos de delitos financeiros bancários e sáude pública somos o órgão que mais casos leva a tribunal(...)", frisou.

A Polícia Económica foi criada aos 18 de Setembro de 1981, através do Decreto número 80/81. É um órgão afecto ao Comando-Geral da Polícia Nacional vocacionado ao combate às infracções contra a economia e sáude pública e garante a ordem económica e da defesa do consumidor.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 260 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal