Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

15/08/2009 - Jornal Pequeno Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Casal de estelionatários é preso em hotel após aplicar golpes

“Pacote turístico”

Investigadores da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic), coordenados pelo delegado Paulo Aguiar que recebeu as denúncias, prenderam em flagrante, na tarde de ontem, no interior de um hotel, o casal Gerson Paulo da Silva, 30 anos, natural de Recife (PE) e sua ‘namorada’ Herykha Áurea Única de Sousa, 31 anos, natural de Olinda (PE). Ele já cumpriu pena e foi condenado a nove anos de cadeia por assalto e ela é reincidente em golpes de estelionato em todo o Norte/Nordeste.

Diárias em hotéis conveniados - Segundo Paulo Aguiar, os dois estavam aplicando o ‘golpe’ das diárias, uma espécie de pacote turístico fajuto da empresa inexistente Inter Brasil Turismo. Para atrair a clientela eles frequentavam shoppings e abordavam as pessoas alegando que estavam fazendo uma pesquisa de mercado e de posse de alguns dados, dois ou três dias depois ligavam para dar a ‘boa notícia’: a ‘vítima’ havia sido sorteada e ganhara três diárias em um hotel de grande porte.

Para dar veracidade ao golpe, o bando (mais três envolvidos estão sendo procurados) alugava uma sala em um hotel de luxo para onde atraiam os ‘sortudos’. No local a pessoa era convencida a ‘se associar’ à Inter Brasil Turismo pagando valores que variam entre R$ 700 e R$ 1.500, o que lhes daria direito a até 15 diárias nos melhores hotéis do Ceará, Paraíba, Rio Grande do Norte, Maranhão e Pernambuco.

Em São Luís, as vítimas eram atraídas para o Pestana Hotel (ex Quatro Rodas) onde eram recebidas em uma sala alugada pelos estelionatários. Cerca de 30 pessoas caíram no golpe, mas um casal achou estranho, cancelou a ‘compra’ no cartão e fez a denúncia à polícia. O delegado Paulo Aguiar declarou que em 2004 prendeu e autuou Herykha e outros comparsas pela mesma prática e o bando já foi preso também, dentro de um hotel, em dezembro do ano passado, em Natal (RN), onde até um delegado caiu no ‘conto do vigário’.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 1128 vezes




Comentários


Autor e data do comentário: André - 17/01/2013 18:54

Caros, eu também caí neste golpe. Estes estelionatários utilizaram não menos do que o espaço da AABB em Garanhuns-PE para atrair as vítimas e falaram inclusive na Bancorbrás. Gostaria de saber se há alguma maneira de tentar reaver o valor que fui lesado (em torno de 1 mil reais). Sem falar que estes canalhas clonaram o meu cartão de crédito na época e compraram um monte de passagens aéreas. Minha sorte foi o alerta da minha gerente bancária que cancelou as compras. Mas o prejuízo dos mil reais acima eu tive mesmo.



O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal