Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

14/08/2009 - Jornal A Tribuna Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Derrame de notas falsas


A Polícia Militar de Araranguá apreendeu R$ 5,8 mil em cédulas falsas de R$ 50 e R$ 100 que seriam repassadas no comércio da região Sul do estado. As cédulas estavam sendo transportadas por três ocupantes de um veículo Fiesta. O flagrante ocorreu ontem, às 11h, após a PM ter recebido uma ligação de um comerciante que pegou uma nota de R$ 50 falsa. Uma pessoa de Maracajá também foi vítima do grupo.

Operadores do Centro de Operações da PM (Copom) obtiveram com o comerciante as características de dois suspeitos e repassaram os dados às guarnições de serviço, que iniciaram rondas pela cidade. Um militar do policiamento de motocicletas foi quem avistou o veículo descrito pela vítima e pediu reforço de mais viaturas. O carro foi abordado no bairro Coloninha.

Embora a vítima tenha informado à PM a participação de apenas dois suspeitos no crime, os militares encontraram um terceiro envolvido no automóvel. Foram presos V.L., 38 anos, natural de Sombrio, J.A.F., 20 anos, morador de Sombrio, e T.J.R., natural de Três Coroas (RS). O trio foi autuado no artigo 289 do CPB - introduzir no comércio dinheiro falso, com pena de três a 12 anos de prisão.

"As notas serão enviadas à perícia para descobrir se a falsificação é perfeita ou grosseira. Caso seja constatada uma falsificação perfeita, a competência do julgamento é da Justiça Federal. Na segunda hipótese, o crime é de estelionato, cujo julgamento é da Justiça Comum", explica o coordenador da Central de Polícia, delegado Jorge Giraldi.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 331 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal