Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

09/01/2007 - Agência Estadual de Notícias PR Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia Civil prende estelionatário no litoral


A Polícia Civil prendeu em flagrante um homem acusado de lesar comerciantes locais, em Matinhos. O golpe, segundo o delegado Rodrigo Brown de Oliveira, deve ultrapassar R$ 500 mil. Valquírio Pinheiro Azevedo, 31 anos, que vai responder a inquérito policial por estelionato, foi localizado no supermercado União, bairro Rio da Onça, periferia da cidade, na segunda-feira (08). “Já sabemos que se trata de um negócio de fachada e várias vítimas já nos procuraram”, afirmou o delegado, referindo-se ao mercado.

Agora, a Polícia Civil está atrás de Walmir José Dias, 40 anos, que deu início ao negócio fraudulento em Matinhos no decorrer do ano passado. Segundo a polícia, ele é natural de Umuarama e está desaparecido desde 18 de dezembro, quando seguiu para o interior do Paraná no carro de uma das vítimas que fez no litoral. O nome de Walmir figura em diversos inquéritos e processos judiciais por estelionato, furto e receptação de produtos roubados ou furtados.

Segundo o delegado Rodrigo Brown de Oliveira, que chefia a equipe B durante a Operação Viva o Verão, em Matinhos, Walmir emprestou o nome de um casal morador do litoral que ele já conhecia. Com o nome do casal ele abriu o mercado, fez contas em banco e emitiu faturas, uma delas no valor de R$ 40 mil. “Em troca, prometeu ao casal uma casa e um carro. Quando viu que o golpe seria descoberto, mandou Valquírio gerenciar o ‘negócio’ e desapareceu”, disse o delegado.

O casal não recebeu nada do que foi prometido e ainda emprestou o carro para o estelionatário viajar ao interior do Paraná, para voltar no dia seguinte com dinheiro para quitar as dívidas. “Recebemos a denúncia e começamos a investiga-la. Agora, precisamos saber quem são as outras vítimas para apurar novos dados e chegar até o Walmir”, explicou o delegado. Segundo ele, as pessoas possivelmente lesadas pela dupla, que também ficou com o “lucro” do mercado, devem procurar a delegacia de Matinhos.

Além de lesar o casal e diversos fornecedores do mercado, os estelionatários também não pagaram os funcionários contratados para trabalhar no estabelecimento. “O Valquírio retirava as quantias do caixa e depositava na conta de Walmir”, completou o delegado. Quando flagrou Valquírio no mercado, os policiais apreenderam com ele R$ 1.120,00. Autuado em flagrante, o acusado pode pegar de 1 a 5 anos de reclusão pelo crime de estelionato.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 723 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal