Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

12/08/2009 - Olhar Direto Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Golpistas que agiam em 4 estados são presos pela Polícia Civil de MT


Investigações das Polícia Civil dos Estados de Mato Grosso e Tocantins, culminaram, na prisão de sete integrantes de uma quadrilha especializada em aplicar golpe para liberar cargas retidas em postos fiscais. A informação foi dada pela Assessoria de Imprensa da Polícia Judiciária Civil. Segundo a assessoria, os estelionatários se passavam por fiscais da Secretaria de Fazenda e cobravam propinas das vítimas. As prisões iniciaram no domingo (09.08) e finalizaram na manhã desta quarta-feira (12.08), com a prisão de Jakeson Douglas Rodrigues e Eliane Santana, em Cuiabá.

Os inquéritos foram abertos pelas Delegacias Especializada em Crimes Fazendários e Administração Pública, de Mato Grosso, e Delegacia Estadual de Combate aos Crimes Contra a Fazenda e Economia Popular, do núcleo regional de Guripi, Estado de Tocantins.

No domingo, foram presos Airton José de Castro, 45, June César Pereira Lima, Amarildo Claudino e duas mulheres que não tiveram os nomes revelados, por colaborar com a polícia. June é apontado como o líder do grupo foi preso, próximo ao Posto São Mateus, na BR 364, Distrito Industrial, em Cuiabá, quando descia de um ônibus, que vinha de Tocantins. Ele era monitorado por agentes da Polícia Civil de Tocantins, que o vigiaram durante toda a viagem. Já Airton, Amarildo e Jakeson, se encarregavam de arrumar contas bancárias para depósito do dinheiro das propinas.

A modalidade do golpe consiste em ligar para um telefone público, próximo ao posto fiscal, o qual geralmente era atendido pelo motorista de um caminhão parado. O golpista se apresentava como contador para obter dados do veículo, da carga, do valor e o nome do proprietário. Depois ligava novamente se passando por Fiscal de Tributos e cobrava propina para liberar a carga. A vítima fazia o depósito em contas bancárias, mas não tinha a carga liberada.

“A quadrilha induzia o motorista a dar informação. Depois ligava novamente e se passava por fiscal de tributos, pedindo dinheiro para liberar a carga”, explicou o delegado Wylton Massao Ohara, da Delegacia Fazendária. Durante as investigações, a polícia descobriu que June usou mais de 50 chips para efetuar as ligações. “Ele era o mentor intelectual e a pessoa que realizava todas as conversas”, informou o delegado Massao.

Conforme o escrivão Vilmar Dias da Silva, as investigações em Tocantins iniciaram há 7 meses. Ele informou que a presa Eliane Santana agenciava contas bancárias, comprava cartões, aparelhos de celular e chips e ainda cuidava de sacar o dinheiro das propinas.

O golpe era aplicado desde 2007. Iniciou em Mato Grosso, mas quando a polícia apertou o cerco a quadrilha migrou para Rondônia, depois para Mato Grosso do Sul e por último Tocantins, onde foram descobertos com ajuda da Delegacia Fazendária de Mato Grosso. “Um golpe aparentemente simples, mas que envolvia o nome da Secretaria de Fazenda”, finalizou Massao Ohara.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 287 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal