Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

07/08/2009 - Gazeta Web Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Analista é preso por falsificação de documento público

Daniel Melo Valença foi pego em blitz com carteira falsa de policial civil.

O analista de sistemas Daniel Melo Valença, 26, foi preso na manhã desta sexta-feira (07), no bairro Prado, em Maceió, por porte de carteira falsificada da Polícia Civil. Daniel foi abordado em uma blitz rotineira feita pelo Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTRAN) da Polícia Militar (PM) na Rua Rosa da Fonseca, Centro de Maceió.

De acordo com o tenente Glauber, comandante da operação, quando os policiais realizaram a abordagem, entre os documentos entregues por Daniel havia uma carteira de policial civil adulterada. “A carteira tinha cores e marca d’água diferentes, e a foto era colada. Desconfiamos. Ele ficou nervoso e depois de muitas perguntas, confessou que era falsa” -, conta o tenente. Imediatamente, após a confissão, o analista recebeu voz de prisão e foi levado até o 1º Distrito Policial (DP).

Segundo Guilherme Sillero, delegado do 1º DP, a prisão aconteceu em decorrência do flagrante delito e o infrator será conduzido à Casa de Custódia, ou “Cadeião”.

Daniel violou o artigo 297, falsificação de documento público, e conforme consta na penalidade, ele deverá ficar preso. A pena de reclusão é de dois a seis anos. E a fiança para responder o processo em liberdade varia de 20 a 100 salários mínimos.

“A autoridade policial não arbitra fiança para liberdade provisória, é necessária que um juiz a conceda”, explicou o delegado.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 284 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal