Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

02/08/2009 - G1 / EFE Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia recomenda processar ministro israelense por fraude, suborno e lavagem


Jerusalém, 2 ago (EFE).- A Polícia de Israel recomendou hoje à Procuradoria do Estado o processamento do ministro de Assuntos Exteriores israelense, Avigdor Lieberman, sob as acusações de fraude, suborno, lavagem de dinheiro, assédio a testemunhas e obstrução à Justiça, informou a imprensa local.

Uma fonte policial disse que a investigação sobre o chanceler israelense está "praticamente concluída" e que foi possível coletar provas suficientes que apoiem sua acusação pelos crimes mencionados.

O caso foi transferido ao procurador-geral do Estado, Menachem Mazuz, que manteve uma série de reuniões com os responsáveis da investigação policial, assim como os detetives da unidade de fraude que dirige o caso.

As investigações indicam que Lieberman dirigia um mecanismo do qual participava mesmo após assumir um cargo público, e graças ao qual teria embolsado milhões de dólares, afirma o jornal "Ha'aretz".

O ministro israelense e seus cúmplices são suspeitos de ter estabelecido várias companhias com as quais lavavam dinheiro, que depois "embolsavam".

As investigações também tentaram determinar se Lieberman continuou sendo uma peça-chave nestas supostas operações após se tornar funcionário público.

Também se suspeita que, junto com pessoas próximas, tentou obstruir as investigações pelo menos em três situações diferentes, trocando os nomes das companhias que teria estabelecido no Chipre, ao suspeitar que a Polícia estava em sua pista.

Os investigadores também o interrogaram sobre supostos subornos que foram recebidos através da empresa de consultoria dirigida por sua filha, segundo a imprensa local.

Além disso, foi pedido que esclarecesse detalhes sobre grandes quantias de dinheiro recebidas de vários empresários durante os anos nos quais não foi membro do Knesset (Parlamento israelense).

Chefe do partido direitista Yisrael Beitenu, Lieberman foi ministro de Assuntos Estratégicos no anterior Executivo de Ehud Olmert, e é titular de Exteriores no atual Governo de Benjamin Netanyahu, cargo que assumiu no final de março.

Lieberman foi interrogado em várias ocasiões sob as suspeitas de cometer crimes relacionados à corrupção, mas, por enquanto, não foi formalmente acusado de nenhuma acusação.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 278 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal