Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

31/07/2009 - G1 Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia grava criminoso 'debochando' de vítima de golpe

Foram presos 6 suspeitos de aplicar golpe de venda de carro mais barato. Grupo atuava em 11 estados e fez pelo menos cem vítimas.

A polícia prendeu, em Belém e em Manaus, seis suspeitos de envolvimento em uma quadrilha que aplicava o golpe da venda do carro a preços abaixo do mercado, mas não entregavam o veículo. Com autorização da Justiça, a polícia do Pará gravou conversas em que os criminosos debocham das vítimas.

O grupo investigado atuava em 11 estados das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste e fez pelo menos cem vítimas. Os golpistas usavam a internet e ofereciam carros mais baratos. O golpe é conhecido, mas ainda provoca muitos prejuízos.

Além de perder dinheiro, os "clientes" ainda eram alvo de deboche. Em uma ligação, a vítima diz que chamou a polícia e ouve, do falso vendedor, que não há como reclamar. "Não existe nada. Não existe loja, não existe compra, não existe carro, não existe nada. A única coisa que existiu foi o seu vacilo. Você tem que ficar com raiva de você mesmo. Se você quiser registrar uma ocorrência, pode ir lá que você vai pegar uma fila com os registros nossos. A delegada, a delegada já está sabendo. Vai lá, fica à vontade."

Os seis suspeitos presos devem responder por estelionato , formação de quadrilha, falsificação de documentos e falsidade ideológica. Dois deles são apontados como chefes do grupo. Com eles, foram apreendidos computadores, cartões de crédito e documentos.

Um estudante pagou R$ 3.600 de entrada em um carro que nunca recebeu. "A entrega não foi feita no dia combinado", afirmou. "No término da negociação, eles ligaram falando que era um golpe."

A polícia orienta que as compras pela internet só devem ser feitas quando a pessoa tem absoluta confiança na empresa que oferece o produto. "Os cuidados que indico são, primeiramente, que verifique se a empresa tem sede, se tem como fazer reclamação, a idoneidade dos proprietários e se a mercadoria é lícita. Toda vez que desconfiar, não compre", diz a delegada Beatriz Machado.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 442 vezes




Comentários


Autor e data do comentário: Delfin - 03/08/2009 10:30

Fumar faz mal a saúde...

Mesmo assim centenas de novos fumantes "nascem" todos os dias.
Golpes como esse vão continuar existindo por uma simples razão : Gostamos de levar vantagem, gostamos dos DVDs e jogos piratas, desejamos intimamente que os políticos vão para o espaço, mas não vemos a hora de arrumar um padrinho que nos ajude. Somos espertos por natureza e queremos comprar um carro que vale 10 por 5 e sair correndo para contar a vantagem aos amigos.
De quebra, temos um governo mais "esperto" ainda, que "nos empurra" para a esperteza. Um carro que lá fora custa US$20mil aqui custa US$40mil ou US$50mil. Um jogo de computador que custa US$40 aqui é vendido por US$200.
Oh dúvida cruel: sermos espertos e tirarmos vantagem de tudo ou sermos previdentes, cautelosos e menos ambiciosos.

Delfin



O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal