Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

30/07/2009 - Diário de Notícias Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

'Amigo' da Internet usava cartões alheios

Por: Valentina Marcelino

Polícia deteve um ex-bancário que usava os dados dos cartões de crédito de 'amigos' de redes sociais da Internet para fazer compras. A PJ somou até agora mais de seis mil euros roubados às vítimas.

Um ex-bancário de 30 anos, desempregado, residente na zona de Lisboa, foi ontem detido pela Unidade Nacional de Combate à Corrupção (UNCC), da PJ, por usar ilicitamente cartões de crédito.

O homem conseguia ganhar a confiança das vítimas, muitas delas que conhecia em redes sociais da Internet, como o Facebook, ou o Hi5, ou Twitter, e marcava encontros pessoais. Nessa ocasião, distraía o "amigo'" ou "amiga" virtual e copiava o número do cartão de crédito, bem como o código de segurança. Com estes dados ficava apetrechado para fazer compras online.

Segundo PJ até ao momento foi possível apurar cerca de 6000 eutos em compras, entre as quais CD's, DVD's ou livros. Houve, pelo menos seis pessoas a apresentar queixa, embora, segundo a coordenadora da UNCC, Patrícia Silveira, "haja suspeita de haver mais vítimas e de o montante usado ser mais elevado".

A investigação da PJ começou no final do ano passado, depois de um dos burlados ter apresentado queixa. A coordenadora da PJ confirma que se trata do "primeiro caso da utilização das redes sociais da internet para realizar este tipo de crime", embora a acrescente que "neste caso as vítimas não eram apenas as que conhecia através de meios informáticos".

As vítimas eram de idades perto da do ex-bancário, tinham entre 30 e 40 anos, e partilhavam com este os mesmos gostos e preferências, facto explorado pelo burlão para conquistar a sua amizade.

A coordenadora da UNCC alerta para o aumento expressivo de casos de uso abusivo de cartões de crédito através da obtenção dos seus dados, quer em conhecimentos pessoais, quer pela internet, quando são usados em sites sem segurança. "Duplicaram este ano os inquéritos abertos", diz Patrícia Silveira.

O homem ficou a aguardar julgamento em casa.O juiz obrigou-o a apresentações bissemanais na PSP, mas não o proibiu de usar o computador.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 342 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal