Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

27/07/2009 - EPTV.com Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Transerp investiga cancelamento de multas em Ribeirão

Estagiário da empresa seria o responsável por anular infrações em troca de dinheiro. Duas pessoas foram presas.

A Empresa de Trânsito e de Transporte Urbano de Ribeirão Preto (Transerp) abriu sindicância nesta segunda-feira (27) para investigar o suposto esquema de cancelamento de multas que era realizado por dois funcionários. O estagiário Eric Wellington Marinho, de 18 anos e o estudante de Direito Michel Fernandes de Oliveira, de 26, foram presos em flagrante acusados de corrupção na sexta-feira (24).

Os dois jovens são suspeitos de pedir dinheiro a motoristas para fazer o cancelamento de multas. Como estagiário, Marinho tinha a função de passar para o computador os dados sobre as infrações de trânsito. Na casa dele foram apreendidos talões de multas, documentos, um celular e um crachá. Marinho foi contratado em agosto de 2007 e fazia curso técnico em administração. O estágio seria até agosto de 2009.

O superintendente da Transerp, William Latuf, investiga se há mais funcionários envolvidos.“Precisamos de mais tempo para levantar mais dados em paralelo com a investigação da Polícia Civil”, diz. Latuf ainda garantiu que só o gerente de informática tem a senha para retirada de multas e que o procedimento é feito em dois casos: por decisão judicial ou quando o dono do veículo comprova o pagamento.

O Ministério Público investiga desde 2007 irregularidades no sistema de multas da Transerp. A estimativa é de que mais de 20 mil multas possam não ter sido cobradas. Agora a Promotoria quer saber por que um estagiário ficava responsável por digitar autos de infração. “Estagiário não pode ter essa função, e sim servidores públicos, como previsto no estatuto”, afirma o promotor Sebastião Sérgio da Silveira.

O promotor também informou que se for confirmado o cancelamento indevido de multas, o responsável pela Transerp pode responder pelos crimes de prevaricação e improbidade administrativa.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 260 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal