Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

25/07/2009 - Jornal da Cidade de Bauru Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Golpista transforma cheque de R$ 20,00 em R$ 800,00

Por: Lígia Ligabue


Um prejuízo de R$ 780,00. Esse foi o resultado da boa ação de uma analista de sistemas de Bauru. Ela adquiriu uma toalha vendida por uma vendedora ambulante, que afirmou passar por dificuldades. A vítima pagou pelo produto com um cheque de R$ 20,00. Mas a folha foi fraudada e o valor transformado para R$ 800,00. Ela só percebeu o problema quando o cheque foi debitado.

A vítima, que pediu para não ter o nome divulgado, conta que, no último sábado, a vendedora foi até sua residência, no Jardim Europa. De acordo com a analista de sistemas, a mulher afirmou que vendia toalhas e atravessava dificuldades financeiras. Depois de muita insistência, a vítima decidiu comprar um produto de R$ 20,00. Ela tentou pagar com dinheiro, mas a vendedora alegou que não tinha troco. “Por isso, usei meu talão. Eu não gosto de passar cheque de valor baixo, mas ela afirmou que não podia me devolver trocado”, relata.

A analista conta que a vendedora ainda agradeceu a ajuda. “Ela não parava de me dizer o quanto precisava do dinheiro e que estava muito agradecida”, recorda. Na terça-feira, a surpresa desagradável. O valor descontado foi de R$ 800,00. Ela procurou a agência bancária e obteve a cópia da folha de cheque depositado.

“Tudo foi mudado. Olhando rapidamente, não dá para perceber. Mas basta prestar só um pouquinho de atenção para ver que a adulteração é até grosseira”, diz. Ela ainda conta que costuma preencher cheques de maneira a dificultar qualquer alteração. “Não deixo muito espaço, risquei o espaço vazio e ainda cruzei a folha. Mas eles fizeram de um jeito que mudaram até o lugar da vírgula”, relata.

Preocupada, ela conta que procurou a Polícia Civil. “Registrei o boletim de ocorrência e procurei a agência bancária. Eles me garantiram que irão ressarcir o valor pago a mais. Mas o maior problema é que mesmo sendo visível a adulteração, o cheque foi descontado. Acho que as agências deveriam estar mais atentas”, afirma. A analista de sistemas também pede que as pessoas fiquem alertas e evitem passar cheques a vendedores desconhecidos. “Eu quase nunca uso cheque. Depois disso, aposentei de vez o talão”, afirma.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 325 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal