Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

24/07/2009 - G1 Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Presos de Bangu 2 são suspeitos de aplicar o golpe do falso sequestro

Eles teriam feito mil ligações em um único dia de dentro de Bangu 2. Celulares não foram achados em celas.

A polícia fez nesta sexta-feira (24) uma operação para identificar os três presos que durante dois meses teriam praticado o golpe do falso sequestro.

Os procurados estão presos na Penitenciária Trajano, conhecida como Bangu 2. Os três detentos tiveram uma nova prisão decretada pela Justiça, agora por extorsão. Os investigadores calculam que eles tenham feito 60 mil ligações desde maio.

Segundo a polícia, nos últimos meses Josimar de Souza, Wellington Monteiro e Diego Nascimento da Silva chegaram a fazer mil ligações em um único dia, usando diferentes aparelhos celulares.


O crime praticado era o já conhecido golpe do falso sequestro. Eles ligavam para uma pessoa e diziam que estavam com um parente no cativeiro. Alguém se passava por esse parente, e um pedido de resgate era feito.

Wellington Ramos cumpre pena por roubo e Josemar de Souza por roubo e estupro.

Condenado a 44 anos de prisão, Diego é conhecido na cadeia como "piloto". Ele dirigia o carro roubado da família do garoto João Hélio em Oswaldo Cruz, há dois anos. O menino ficou preso pelo cinto de segurança, foi arrastado por sete quilômetros e acabou morrendo.

Suspeito obriga mulher a comprar cartões telefônicos

Segundo a polícia, em uma ligação gravada com autorização judicial, Josemar de Souza obriga uma mulher a comprar cartões telefônicos para libertar um parente que eles dizem estar em poder da quadrilha.

Criminoso: vamos lá na banca pra ver se faz recarga lá.
Vítima: Que valor em cada um?
Criminoso: R$ 150.

Nos telefonemas, eles ameaçam as vítimas com crueldade. Depois de ouvir que a cunhada teria sido sequestrada, uma mulher passou mal.

Criminoso: A senhora tá envolvendo os outros, não é isso?
Vítima: Não.
Vítima: Ai, meu Deus, eu tô me sentindo muito mal, meu Deus!
Criminoso: A senhora vai ficar dessa forma, eu vou matar ela.

Mulheres ajudaram a receber dinheiro

Os investigadores identificaram ainda duas mulheres que tinham a missão de receber o dinheiro das vítimas. Elas foram chamadas na delegacia nesta sexta-feira, com o argumento que iriam acompanhar o depoimento dos maridos, mas acabaram presas também.

Numa conversa, o preso e a mulher dele combinam a entrega do dinheiro na penitenciária.

Mulher: Tu vai levar aquela quantia de dinheiro pra lá, cara?
Criminoso: Boto dentro das calças, coração.

Presos usavam papel laminado como antena

Os policiais não encontraram os telefones usados pelos criminosos, mas descobriram um artefato para amplificar o sinal do celular. Eles amarravam um fio de cobre unindo a antena do telefone ao papel laminado da quentinha para vencer os bloqueadores da cadeia.

A Secretaria de Administração Penitenciária informou que realiza buscas em todas as cadeias para reprimir o uso de telefones celulares. Informou também que tem investido em tecnologia para frustrar qualquer tentativa de crime cometida pelos detentos.

Muitas outras quadrilhas aplicam o mesmo golpe, de dentro de vários presídios no país. Por isso, a polícia aconselha:

"O ideal é manter a calma o máximo possível, não obedecer apressadamente o que está sendo determinado pelo criminosos. Se cumprir, há um risco de a pessoa sair pra entregar alguma coisa, algum objeto, pertence e aí sim sofrer um crime, sofrer um sequestro verdadeiro", disse a delegada Bárbara Bueno.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 220 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal