Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

23/07/2009 - Jornal Pequeno Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Diretoria do Cosems acusa Ricardo Murad de fraudar documento de convocação de nova eleição

Por: Waldemar Têrr


A diretoria do Conselho de Secretários Municipais de Saúde do Maranhão (Cosems) acusa o secretário de Saúde do Estado, Ricardo Murad, de haver fraudado documento de convocação de nova eleição para renovar a diretoria do Conselho, que foi oficializada pelo próprio secretário ao assumir. Os diretores do Cosems, Lílio Estrela (presidente), Vinícius Araújo (secretário-geral), Pedro Jansen (tesoureiro), Luís Júnior (1º secretário), Mamede Vieira (2º secretário) e Rosângela Curado (diretora de comunicação) acusam também Murad de haver usado a estrutura da Secretaria de Saúde do Estado “para montar a farsa da eleição”.

Lista falsa - De acordo com a diretoria, a convocação dos secretários municipais de saúde, feita pelas regionais da Secretaria de Saúde do Estado, foi, na verdade, para discutir problemas enfrentados pelas regionais e a possibilidade de implantação de unidade hospitalar. Foi passada, então, uma lista de presença, que depois foi xerocada e montada para servir de edital de convocação da eleição. “Foi uma lista de presença, utilizada de forma maldosa. É, por tanto, uma farsa se utilizando da boa-fé dos secretários que estavam presentes. Se a Justiça solicitar o original do edital de convocação dessa eleição, certamente não vai encontrar”, asse guram os diretores.

A diretoria revela que um documento com o timbre do Governo do Estado e assinado por Ilânia Sandra Souza, da Unidade Gestora das Regionais de Saúde, ensina os secretários municipais de saúde a fazer o pagamento dos meses em atraso com o Cosems ou quem não estiver filiado, que faça isso. O documento dá todos os passos que devem seguir os secretários, com a finalidade de votar na eleição e fornece até o número da conta e a agência do Banco do Brasil no qual deve ser feito o pagamento.

Fraude e unipartite - A diretoria continua a afirmar que “as manobras e fraudes praticadas por Ricardo Murad têm a finalidade de transformar a bipartite em unipartite, para que ele manipule os recursos da saúde no Estado. É mais uma falsificação perpetra pelo Sr Ricardo Murad, que primeiro falsificou os números contidos naquele documento chamado de ‘caixa preta da saúde’, mostrando valores de recursos não verdadeiros repassados aos municípios”.

Sobre as investidas de Ricardo Murad sobre o Cosems, a diretoria diz que ele primeiro deveria solicitar auditoria na bipartite, que foi presidida pelos secretários de Saúde que passaram pelo cargo, nos últimos anos, desde o Governo Lobão, passando por Roseana e voltando de novo a Roseana. “Mas ele não quer fazer isso para não atingir seus aliados, mas não perde o estilo trator e quer passar por cima de todos, agora investindo contra o Cosems, para conseguir os seus interesses escusos, até utilizando a estrutura das regionais para mobilizar os secretários para a votação”, denuncia a diretoria.

Números superfaturados - Outra contradição apontada pela diretoria do Cosems é que foi o próprio Ricardo Murad que assinou em junho ofício enviando para o Ministério da Saúde os valores corretos de recursos que os municípios deveriam receber do SUS, mas no mês seguinte publicou uma suposta caixa-preta, na qual exibe valores totalmente diferentes. Pelo documento enviado ao Ministério da Saúde, Poção de Pedras, por exemplo, teria direito a R$ 361 mil mensais, mas no documento divulgado por Murad aparece com o valor superfaturado de R$ 560 mil.

Mais uma contradição apontada pela diretoria do Cosems contra Ricardo Murad: foi o próprio secretário que assinou a portaria que oficializou a lista dos integrantes da comissão bipartite, da qual o Cosems faz parte, representando os secretários municipais de saúde, com 20 membros, mesmo número de integrantes indicados pelo Governo do Estado, tendo o secretário de Ricardo Murad como presidente. “Poucos meses depois, agora ele quer destituir o Conselho para que mande sozinho nos recursos da saúde”, acusa a diretoria.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 230 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal