Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

21/07/2009 - Campo Grande News Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Duas semanas depois, Tetila rebate denúncia sobre fraude

Por: Aline dos Santos


Duas semanas depois da operação Owari, realizada pela PF (Polícia Federal), ter desarticulado um esquema de fraudes que envolvia empresários, servidores públicos e políticos de Dourados, o ex-prefeito Laerte Tetila (PT) rebateu a denúncia de irregularidades na sua gestão.

Em entrevista ao jornal MSTV,da TV Morena, Tetila afirmou que não tem ilegalidade nos contratos entre a prefeitura e o grupo Uemura, que detém um império empresarial na cidade.

“A família Uemura é formada por empresários que concorriam nas licitações. O papel da prefeitura é abrir o edital e as empresas interessadas participam. Algumas concorrências foram ganhas pelos Uemuras, mas está tudo dento da legalidade”, justificou.

Durante a operação Owari (ponto final em japonês), a PF prendeu André Tetila, filho do ex-prefeito. Conforme a investigação, André Tetila foi o articulador do arrendamento do hospital Santa Rosa, propriedade do grupo Uemura, para a prefeitura de Dourados em 2007.

A prefeitura arrendou o hospital por R$ 100 mil por mês e transformou o local em Hospital da Mulher. Segundo a PF, após a negociação a organização de Uemura passou a pagar propina de R$ 6 mil por mês a André Tetila.

Sobre o fato do atual prefeito Ari Artuzi (PDT) ter citado que foram apreendidos contratos referentes à gestão do petista, Tetila rebateu que quase metade do secretariado de Artuzi foi presa na operação.

O esquema de fraudes pode ter custado R$ 20 milhões aos cofres públicos nas prefeituras do Sul do Estado.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 210 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal