Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

20/07/2009 - Campo Grande News Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

PF prende nigerianos tentando aplicar golpe da herança

Por: Fernanda França


A Polícia Federal prendeu na manhã de sábado os nigerianos Gibsen Ozue Ezike e Sunny Lawence Prince Otampu, que tentariam aplicar o golpe da “falsa herança” em um empresário de Campo Grande.

As investigações foram iniciadas com informações fornecidas pelo próprio empresário. Desde o início do ano, ele diz ser vítima de uma quadrilha internacional de estelionatários com ramificações na Nigéria, Costa do Marfim e Senegal.

O grupo induziu o empresário a efetuar diversos depósitos em agências bancárias no exterior com a falsa promessa de que receberia uma herança de uma pessoa muito rica, que se encontrava em estágio terminal e sem herdeiros.

Segundo o empresário de Campo Grande, todos bens seriam para ele destinar a causas assistenciais, humanitárias e entidades com fins filantrópicos, escolhidas por ele.

A vítima teria sido lesada durante sete meses. O empresário efetuou depósitos e remessas ao exterior, somando cerca 25 mil dólares.

Os dois nigerianos chegaram a Campo Grande na quinta-feira da semana passada, vindos de São Paulo, e se instalaram em um hotel da Capital. Um deles dizia ser “agente diplomático” e o outro, empresário internacional.

No primeiro contato pessoal com o empresário campo-grandense, os nigerianos receberiam 50 mil dólares. Com este dinheiro, o negócio seria finalmente concretizado, e a herança repassada.

Com as informações fornecidas, a Polícia Federal passou a acompanhar o caso e acabou prendendo os nigerianos no momento do encontro com o empresário, que teve seu nome preservado.

A tal “herança” estava guardada em um cofre, que na verdade tinha pacotes com papel de boa qualidade que seria tranformado em dólares falsos, duplicados através de processo químico.

A PF instaurou inquérito para apurar toda a extensão da atuação da quadrilha no Brasil e no exterior.

A dupla de africanos, que se encontra em situação irregular no País, foi presa preventivamente pela prática de crime de estelionato. Eles estão no setor de contenção da Polícia Federal, em Campo Grande, onde permanecerão à disposição da Justiça.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 242 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal