Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

20/07/2009 - Campo Grande News Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Irmãos tentaram fraudar licitações do PAC, UFGD e Uems


Investigações da Polícia Federal durante a Operação Brothers mostram que os irmãos Everaldo e Eduarte Dias Leite, que controlam serviços de limpeza pública, limpeza de prédios públicos, coleta de entulho e coleta de lixo em Dourados, tentaram fraudar licitações da Uems (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) e da UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados). O esquema também tentou “abrir caminhos” com ajuda de servidores públicos municipais para abocanhar verbas do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento).

Everaldo e Eduarte Dias Leite foram presos no dia 7 deste mês durante a Operação Owari, juntamente com outras 40 pessoas acusadas de pertencer à organização criminosa comandada pelo empresário Sizuo Uemura. Eles foram soltos no dia seguinte, beneficiados por um habeas corpus do desembargador Claudionor Abss Duarte, do TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul), mas estão indiciados por dez crimes, entre eles formação de quadrilha, corrupção ativa, lavagem de dinheiro, desvio de verba pública, fraude em licitações e financiamento irregular de campanha.

Durante as investigações sobre as atividades da família Uemura, a PF descobriu que os irmãos Dias Leite montaram uma organização paralela à de Sizuo Uemura para fraudar licitações e corromper servidores. Por isso foi iniciada uma nova operação, a Brothers (irmãos em inglês).

Os dois grupos agem em setores diferentes – os Uemura exploram serviços funerários, cemitérios e serviços na área de saúde e os Dias Leite cuidam da limpeza pública, poda de árvores, recolhimento de entulhos, faxina em órgãos públicos e transporte.

Apesar da divisão de tarefas, a PF interceptou telefonemas que comprovam ligações entre a organização de Uemura e o esquema dos irmãos Dias Leite.

Universidades - As escutas telefônicas feitas durante dois anos pela Polícia Federal mostram Everaldo Dias Leite – o operador do esquema – e o irmão Eduarte combinando estratégias para fraudar licitações e conseguir assumir serviços na UFGD e na Uems.

Em uma conversa grava pela PF, Everaldo diz ao irmão que combinou com uma empresa para ser desclassificada no processo licitatório da Uems e como pagamento o responsável pela empresa – não citada no relatório da PF – não pagaria mais para almoçar no Restaurante Paladar, também de propriedade dos irmãos Dias Leite.

A PF descobriu que a organização de Everaldo e Eduarte Dias Leite também agiu para conseguir assumir serviços na Universidade Federal da Grande Dourados e no HU (Hospital Universitário), administrado pela UFGD. Para vencer as licitações, apresentou atestados falsos de serviços prestados e assinatura falsa em documentos.

PAC - As escutas da PF revelaram também a participação da organização dos irmãos Dias Leite em obras e serviços executados em Dourados com recursos do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento).

A Polícia Federal gravou conversas entre Everaldo e Jorge Torraca (funcionário da carreira da Secretaria de Obras, secretário da pasta na administração Laerte Tetila e atual diretor de Obras da secretaria), na qual o empresário pede informações sobre as licitações para obras do PAC. Torraca diz que “está tudo certo” e que é preciso esperar apenas a Caixa Econômica Federal “liberar”.

Na mesma conversa, Torraca questiona Everaldo sobre “aquele negócio”. O empresário fala para o servidor esperar um pouco, porque naquele mês estava “apertado”. Torraca diz que ia esperar os pagamentos daquele mês. “É a repetição do esquema de pagamento de propina. É dado um cheque caução que o servidor desconta conforme os pagamentos são feitos”, afirma o relatório sobre as investigações, elaborado pelo delegado da PF Bráulio Cezar Galloni. O relatório não informa se os irmãos Dias Leite conseguiram vencer as licitações das universidades e do PAC.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 572 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal