Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

17/07/2009 - O Povo Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Presa quadrilha que adulterava veículos

Por: Marcos Cavalcante

Investigações feitas por policiais da Delegacia de Roubos e Furtos levaram à prisão de quatro homens acusados de adulterar a documentação de veículos furtados, roubados ou alienados. Os veículos eram utilizados em assaltos ou enviados a outros estados.

Quatro pessoas foram presas por policiais da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF). Elas são acusadas de participar de um esquema que utilizava veículos furtados, roubados ou alienados para serem utilizados em assaltos ou, então, vendidos com documentação falsificada para os estados do Maranhão e do Pará. De acordo com Wilder Brito, titular da DRF, o grupo utilizava documentação falsificada conseguida em São Paulo.

Segundo o delegado, a numeração utilizada na documentação vem de veículos que estão regularizados em outros estados. Os criminosos anotam a placa e os dados de carros com as mesmas características de um regularizado, como cor, modelo e número de portas, e inserem a documentação nos carros furtados, roubados ou alienados. “A falsificação é perfeita. Você só consegue identificar se for fazer uma leitura do chassi”, explica Wilder, apresentando numerações de chassi que são instaladas nas portas dos carros.

A quadrilha foi presa na noite de quarta-feira, em uma residência no Henrique Jorge, e apresentada ontem. Na residência, foram presos Antônio Valmir Oliveira, 44; e Johann Bergson Muniz, o Beto, 44, cearenses. Os nomes dos outros dois presos na operação, conduzidos ao 27º Distrito Policial (João XXIII) não foram repassados pela Polícia. Dentro da casa, foram encontrados três veículos - um Ka, um Corsa Sedan e uma Hilux.

As investigações começaram há mais ou menos oito meses, depois que Wilder Brito assumiu a DRF. Ele procurou localizar como os criminosos conseguiam os veículos para utilizarem durante os assaltos. Acabou descobrindo o esquema. Além dos quatro, outras pessoas estão sendo investigadas. “Dentro da quadrilha existe a figura do sabido, nome dado à pessoa que é encarregada de fazer o carro furtado, roubado ou alienado sumir (alterar os dados da documentação). Sabemos que um dos pontos desse comércio é a Feira da Parangaba”, completa o delegado. Os quatro foram autuados por receptação.

E-MAIS

> O veículo fica alienado quando está em nome de algum banco ou financiadora até o fim do pagamento pelo proprietário. O carro ou moto não poderia ser negociado enquanto estivesse alienado.

> Para diminuir as chances de furtos, evite deixar o carro em locais desertos. Dificulte a ação instalando travas ou alarmes.

>Evite parar o carro em cruzamentos desertos.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 327 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal