Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

17/07/2009 - Jornal de Negócios Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

BPP comprou fundo Madoff por 1,2 milhões que valia zero

Por: Elisabete de Sá


A administração de João Rendeiro comprou por 1,2 milhões de euros um fundo Madoff que valia zero. A participação foi vendida por uma “offshore” controlada pelo banco, noticia o “Sol”, citando uma auditoria da Deloitte.

Segundo este semanário, a compra foi feita entre Outubro e Novembro de 2008 e envolveu 1.224 unidades de participação de um dos fundos que era gerido pelo corretor Bernard Madoff, já sentenciado a 150 anos de prisão.

O BPP investiu 1,2 milhões de euros na Fairfield Sentry, uma das sociedades gestoras mais afectadas por esta fraude. Só que na altura em que o BPP concretizou este investimento “já os títulos tinham um valor de mercado igual a zero. Resultado: o BPP registou uma menos valia igual ao valor da compra”, explica o “Sol”.

“A empresa a quem o BPP comprou os títulos é uma offshore também detida pelo banco. Ou seja, o BPP acabou por assumir todo o prejuízo que a empresa offshore tinha tido com o fundo gerido por Bernard Madoff”.

Estes dados, constam de uma auditoria realizada pela Deloitte em Maio último. A operação de compra do fundo Madoff terá ocorrido algumas semanas antes da intervenção do Banco de Portugal junto da instituição financeira portuguesa.

Recorde-se que entidades como o BPN, o Banco Português de Negócios, o Banco Efisa e a gestora Valor Alternativo mantiveram nos últimos anos exposição a este fundo Fairfield Sentry.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 301 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal