Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

16/07/2009 - Jornal de Uberaba Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Celulares e filmadoras são utilizados na clonagem de cartão bancário

Por: Geórgia Santos


A clonagem de cartões eletrônicos ou transferência ilegal de valores realizada com cartões de crédito são situações que têm assustado os correntistas nas instituições bancárias. São golpistas que se utilizam de métodos diferenciados de fraudes para enganar e roubar o próximo.
Um dos métodos bastante utilizado é vulgarmente conhecido como "chupa-cabra", artefato de fabricação caseira. Eles são instalados dentro do caixa eletrônico, o golpista retira a frente do caixa e instala o aparelho. Assim, capta os dados do cartão magnético do correntista que acessa o terminal. "Na hora em que a pessoa passa o cartão em um local que está com o equipamento instalado, é realizada a cópia de dados. Nessa hora, o golpista consegue todas as informações do cartão, como a senha", ressalta o gerente de uma agência bancária em Uberaba, José Antônio.
Existem ainda outras formas de conquistar as informações secretas de um cartão. Segundo José Antônio, já aconteceu caso em que foi instalado um celular com câmera filmadora no teto, próximo ao caixa eletrônico. Desta forma, de cada pessoa que utilizava a máquina a senha era filmada e o golpista tinha as informações de que necessitava. Devido a situações como estas, alguns bancos usam inserção de letras que dificultam a visualização por esses infratores.
Outra situação em que os portadores de cartão de crédito devem ficar atentos é com falsas páginas on-line de banco. A Internet é um espaço público, qualquer pessoa pode acessar em qualquer site. Os golpistas de banco podem atacar também por este meio, criando páginas falsas do banco, a pessoa digita a senha de sua conta e os dados são gravados.
"Deve-se tomar cuidado também com e-mail ou telefones, dizendo ser de algum banco, que pedem senhas ou dados pessoais. Nenhum banco realiza este tipo de serviço, portanto, se isso acontecer, pode ser estelionato", alega o gerente-geral de uma outra agência bancária, Marcus França.
Segundo ainda José Antônio, a clonagem pode acontecer na sua cidade, porém, normalmente, o saque é realizado em outras localidades. "As praças onde mais acontecem estes saques com clonagem são municípios como Brasília, São Paulo, Goiânia e Recife", comenta o gerente.
Na edição do dia 26/06, o jornal UBERABA AGORA publicou a notícia de três homens que foram presos por clonagem de cartões, em Uberaba. O "chupa-cabra" estava instalado em um caixa eletrônico no Shopping Uberaba.
Caso essa situação aconteça com você, o banco deve se responsabilizar por todo o problema. "A primeira coisa que deve ser feita pelo correntista é entrar em contato com o 0800 do seu banco, pedindo para que o cartão seja cancelado. Isso evita mais saques. Caso queira, pode realizar também um boletim de ocorrência. Depois procure a sua agência e conte o ocorrido. Se for detectada a clonagem, é ressarcido o dinheiro", orienta Marcus França.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 346 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal