Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS



Promoção BLACK WEEK. Até o dia 02/12 valor promocional para o Treinamento sobre Fraudes Crédito e Comércio ! CLIQUE AQUI.


Acompanhe nosso Twitter

15/07/2009 - Alagoinha Notícias Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Empresário e contador envolvidos em golpe


Pelo menos quatro pessoas, incluindo um empresário e um contador, estão envolvidos em um golpe contra o Fisco Estadual, aplicado na compra de uma carga de açúcar em Pernambuco e transportada para o município de Irecê. Os crimes contra a ordem tributária (sonegação fiscal), de estelionato e formação de quadrilha estão sendo investigados pelo delegado Jorge Figueiredo Júnior, titular de Irecê.
Os acusados são o empresário Sílvio Péricles Cavalcanti Santos e o contador Carlos Alberto Queiroz de Carvalho, além de um homem de prenome Fábio Jorge e um outro identificado como “Edílson Fiscal”, que davam apoio às ações do grupo. O golpe foi descoberto a partir da apreensão de uma carga de 1.200 sacas de açúcar, no valor de R$ 80 mil, procedente de Pernambuco e que passou por 19 postos fiscais de três estados, sem ser vistoriada, recentemente.
Segundo o delegado Jorge Figueiredo, a mercadoria era destinada ao comerciante Reginaldo Amadeu, que negou ter feito o pedido. O nome da empresa dele fora usado indevidamente. Na seqüência da investigação, o delegado chegou ao contador Carlos Alberto de Carvalho, que já tinha prestado serviços a Reginaldo e usou o nome da sua empresa na nota fiscal. Constatou-se ainda que quem deveria receber a carga era um comerciante identificado como Walmir.

Prisão Temporária

Na segunda-feira passada (13), a juíza Sebastiana Costa Bonfim, da Comarca de Irecê, decretou a prisão temporária de Carlos Alberto de Carvalho e de Sílvio Péricles Cavalcanti Santos, ambos liberados do Complexo Policial do município por determinação da Justiça. “Edílson Fiscal” e Fábio Jorge estão com mandado de prisão em aberto, e vêm sendo procurados.
As investigações constataram que Edílson e Fábio participavam do golpe, viabilizando a liberação das cargas no fornecedor de origem, em Pernambuco. O delegado Jorge Figueiredo apurou que o grupo vinha atuando há algum tempo, e que outras cargas foram transportadas nas mesmas condições, lesando o Fisco Estadual. A fraude foi comunicada à Secretaria da Fazenda do Estado. As investigações continuam em andamento, com apoio da 14ª Coordenadoria Regional de Polícia.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 225 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal