Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

14/07/2009 - G1 Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Facebook é acusado de fraude em número de cliques em publicidade

Site esportivo processa rede social alegando cobrança indevida. Segundo acusação, empresa registrou 300 cliques e foi cobrada por 804.

O Facebook está sendo acusado de fraudar o sistema de cliques nos anúncios em processo movido pelo site esportivo "RootZoo", que alega que a popular rede social teria cobrado por quase três vezes mais cliques em anúncios do que o número de fato registrado.

Ainda de acordo com as acusações do "RootZoo", em 2 de junho de 2008, o seu próprio software contabilizou 300 cliques, enquanto o Facebook cobrou por 804 cliques, informou o site "Register" nesta terça-feira (14).

Durante as investigações sobre os cliques, o site alegou ter descoberto ainda que centenas de cliques vieram de pequenas cidades dos Estados Unidos, numa base diária, entre abril e maio de 2008, numa taxa que "seria quase impossível, conforme as estatísticas de distribuição da população americana" e o histórico do tráfego de anúncios do RootZoo no Facebook.

A denúncia do RootZoo sugere ainda que a fraude tenha sido originária de sites rivais para fazer com que o concorrente tenha maiores gastos em anúncios pagos na internet.

Já o Facebook tem tratado as acusações do RootZoo como "inúteis e infundadas", alegando que a rede social trata de forma "muito séria" a qualidade do clique, informou o site "StrategyEye".

"Nós temos desenvolvido uma série de sistemas sofisticados para detectar cliques suspeitos e garantir que os anunciantes não sejam cobrados por essa atividade... em raros casos em que esta investigação ou outras análises revelam que os anunciantes foram cobrados por cliques inválidos, temos sempre, e continuaremos, emitido créditos para os anunciantes afetados", afirma o Facebook, em declaração.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 235 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal