Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

12/07/2009 - Diário de Leiria Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Dupla de burlões conseguiu extorquir quase dois milhões e meio de euros

Por: Marilene Pinheiro


Dois homens com 37 e 51 anos foram constituídos arguidos, na manhã de quinta-feira, por suspeita de burla, revelou a GNR de Leiria na sexta-feira.
Os indivíduos, que, de acordo com aquela força policial, "prometiam créditos financeiros, criavam expectativas junto dos interessados pedindo-lhes dinheiro para despesas processuais".
No decurso dos procedimentos, que atrasavam propositadamente, iam angariando mais valores, junto dos clientes, sempre com a promessa de que o empréstimo iria ser alcançado.
A acção, desenvolvida pelo Núcleo de Investigação Criminal de Leiria, deu cumprimento a dois mandados de busca domiciliária, em Porto de Mós.
A operação permitiu apreender uma centena de cartões com publicidade à firma, cerca de 200 contratos fictícios com um valor de 822 mil e 500 euros, diversos cheques com um valor de 460 mil euros, letras com uma importância total de 1, 181. 200 euros, vários documentos de identificação de clientes, três telemóveis e uma viatura ligeira.
A acção foi desenrolada às 11h00 de quinta-feira, por militares do Núcleo de Investigação Criminal do Destacamento Territorial da GNR de Leiria, resultado de uma investigação que decorria há seis meses, e de que são suspeitos os dois homens, de 37 e 51 anos, residentes no concelho de Porto de Mós.
A GNR adianta que foram identificados 165 clientes com contratos celebrados e seis empresas, um pouco por todo o País, "em virtude dos suspeitos terem publicado anúncios em jornais de cobertura nacional".
"Carenciadas de economicamente", sublinha a GNR, " as vítimas recorriam aos serviços anunciados publicamente e, em reunião com os suspeitos, eram confrontadas com custos de processo que teriam de liquidar inicial e gradualmente, até que lhes fossem concedidos os valores que desejavam, desconhecendo que esse objectivo nunca se concretizaria".
Os suspeitos foram constituídos arguidos e sujeitos a Termo de Identidade e Residência, ficando a aguardar o desenrolar do processo em liberdade, sendo que o homem de 51 anos, sublinha a GRN, está já referenciado por esta polícia, por ter antecedentes criminais relacionados com o consumo e tráfico de estupefacientes, encontrando-se actualmente em liberdade condicional.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 304 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal