Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

08/07/2009 - G1 Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia de MG dá dicas para evitar golpes por telefone

Cliente deve ir pessoalmente à instituição que supostamente fez chamada. Segundo A polícia, empresas e órgãos não fazem contato por telefone.

Golpes aplicados por telefone preocupam a polícia de Juiz de Fora (MG). Em muitos casos as investigações não chegam a suspeitos. Mas segundo os policiais, algumas atitudes podem evitar que uma pessoa se transforme em vítima.

A bilheteira Maria da Conceição Imaculada recebeu uma ligação na última quinta-feira (2). “Primeiro, um rapaz ligou e pediu que eu discasse para um celular para falar com uma pessoa. O rapaz disse que a minha mãe tinha um dinheiro para receber, só que ela já faleceu. Para que eu pudesse receber o dinheiro, antes, eu teria que fazer um depósito”, diz.

As polícias Militar e Civil não têm os números exatos de golpes de estelionato aplicados por telefone no município em 2009, mas orientam a população sobre como evitar a ação de criminosos.

O primeiro passo é checar pessoalmente a informação, indo diretamente à instituição apontada como responsável pela ligação e pelo pagamento. Segundo a polícia, em geral, as instituições não fazem contato pelo celular, nem pedem que seja feito depósito antecipado. Além disso, deve ser registrado boletim de ocorrência.

Segundo o delegado Rodolfo Rolli, casos como o da bilheteira Maria Imaculada são complexos. “Você tem que pedir a quebra dos sigilos telefônico e bancário. Geralmente você chega em um ‘laranja’, que não deve conhecer o criminoso de fato. Provavelmente o celular não estará no nome da pessoa que praticou o estelionato, e sim, no de um terceiro”, afirma.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 235 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal