Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

06/07/2009 - Olhar Direto Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Acusados de fraudar créditos ambientais são presos

Por: Kelly Martins


Treze pessoas foram presas nesta segunda-feira acusadas de envolvimento em fraudes ambientais de inserção de créditos irregulares no setor madeireiro em Mato Groso, durante a operação Pinóquio, deflagrada pela Delegacia de Meio Ambiente (Dema). As pessoas presas, entre elas engenheiros, madeireiros e grileiros, seis são de Cuiabá e o restante de municípios do interior.

Ao todo foram expedidos pela Justiça 19 mandados de prisão temporária, sendo que 10 deles estão sendo cumpridos em Cuiabá e os outros nove nas cidades de Alta Floresta, Comodoro, Juina, Arenápolis, Nortelândia e Paranatinga.

Conforme as investigações, empresários do ramo de madeireiras, engenheiros florestais, arrendatários, grileiros e compradores de créditos virtuais, participavam do esquema de guias florestais esquentadas. Eles montavam documentação falsa e davam entrada em processo para exploração de madeira na Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema).

O levantamento aponta que a quadrilha teria conseguido inserir no Cadastro de Consumidor de Matéria Prima de Origem Florestal (CC-Sema) cerca de 80 mil metros cúbicos de madeira, movimentando aproximadamente R$ 80 milhões em créditos virtuais, no período de um ano e meio. Seis projetos deram origem aos inquéritos da operação. O delegado titular do Meio Ambiente, Roberto Amorim, e o secretário de Estado de Meio Ambiente, Luiz Henrique Daldegan, vão conceder entrevista às 15h, na Dema.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 323 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal