Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

04/07/2009 - Diário de Cuiabá Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Golpista é preso ao tentar vender carro


Policiais civis prenderam em flagrante o golpista Abraão Fernandes Ribeiro, de 27 anos, que tentou negociar com um policial militar um Gol vermelho roubado recentemente. A prisão ocorreu anteontem à tarde, nas proximidades do Hospital Geral, no momento em que iria mostrar o carro. Ele dirigia um Corolla com placas do Paraguai que também foi apreendido. Abraão, que possui várias passagens por estelionato, foi autuado por receptação.

Segundo os policiais responsáveis pela prisão, Abraão só foi preso porque se assustou com o comprador do carro. Fardado, o militar chegou ao estacionamento de um supermercado na avenida Tenente Coronel Duarte. Imaginando que tivesse sido descoberto, Abraão tentou fugir em alta velocidade, mas acabou detido.

“Até então, ninguém sabia por que ele (Abraão) estava fugindo. Ao verificar o carro, estacionado em frente a um mercado no Tijucal, descobrimos que a placa era dublê e o chassi comprovava que se tratava de um carro roubado”, explicou o policial.

Com o golpista, os policiais apreenderam um cheque roubado, em branco. Ele alegou que comprou o cheque por R$ 50 na região da Pedra, em Cuiabá.

Os policiais informaram que o Gol vermelho foi roubado no dia 19, no bairro Boa Esperança. O proprietário informou ter sido rendido por dois homens armados com revólveres que levaram o veículo. Abraão não foi reconhecido como um dos ladrões.

Na Delegacia do Complexo do Verdão, Abraão negou estar vendendo um carro roubado. Alegou não saber da irregularidade do automóvel. “Estava fazendo a corretagem para um amigo. Não tinha a mínima idéia de que era roubado”. Respondendo a vários inquéritos por estelionato, Abraão ganhou notoriedade ao denunciar extorsão praticada por alguns policiais do Verdão. No julgamento, os policiais foram absolvidos pela Justiça. (AR)

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 310 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal