Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

24/06/2009 - Alagoas em Tempo Real Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

PF prende suspeitos de fraudar documentos para obter visto de visita dos EUA


Um grupo suspeito de fraudar documentos em Goiânia foi preso nesta quarta-feira em uma operação da PF (Polícia Federal) em Goiânia, sob acusação de fornecer documentos falsos para ao menos 50 brasileiros que solicitaram vistos para visitar os Estados Unidos.

Hoje, como parte da Operação Everglades, a PF prendeu três pessoas, entre eles um homem, supostamente ligado à agência de viagens Viaje Bem de Goiânia, e deteve outras dez para interrogatório. Integrantes do grupo foram apontados como falsificadores de cartas de emprego e outros documentos usados por solicitantes de visto americano, informou a Embaixada dos Estados Unidos, em Brasília.

A PF contou com apoio da Unidade de Prevenção de Fraude da Seção de Assuntos Consulares da Embaixada dos Estados Unidos, o Escritório de Segurança Regional (Bureau de Segurança Diplomática) e a imigração e fiscalização aduaneira (ICE) dos Estados Unidos.

"Essas apreensões demonstram o compromisso contínuo do Brasil e dos Estados Unidos em cooperar na prevenção da falsificação de documentos e do tráfico de pessoas. As prisões realizadas hoje são exemplo concreto dessa cooperação profissional e esperamos dar continuidade à boa parceria com a PF brasileira", disse James Johnson, adido-adjunto de Segurança Diplomática da Embaixada dos Estados Unidos.

Investigação

Segundo a embaixada, a atividade ilegal da agência de viagens foi descoberta em abril de 2009, quando um solicitante de visto admitiu ter pago a um dos suspeitos presos hoje, apontado como um dos proprietários da empresa, um pacote de documentos fraudulentos que incluía uma carta de emprego falsa. Ao fazer a verificação de solicitantes anteriores para conferir a ligação com a agência de viagens, a Unidade de Prevenção de Fraude descobriu um padrão de falsificações em prática há vários anos.

A investigação da PF revelou evidências de um nível substancial de atividade ilegal na Viaje Bem. A investigação constatou que Martins e outros forneciam rotineiramente a brasileiros documentação falsa para a emissão de visto. A investigação também descobriu que o suspeito viajou para os Estados Unidos com dois adolescentes idade, se fazendo passar por pai deles nas solicitações de visto.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 265 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal