Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

20/06/2009 - G1 Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia prende quadrilha que adulterava caixas eletrônicos em SP

Grupo pode ter desviado R$ 10 milhões de correntistas em 3 anos. Imagens de câmeras de segurança mostram a ação da quadrilha.

Foi presa em São Paulo uma quadrilha que usava equipamentos sofisticados para adulterar caixas eletrônicos - e roubar dinheiro da conta dos clientes. A polícia acredita que o bando tenha desviado R$10 milhões em três anos.

Em uma casa, em São Bernardo do Campo, na região do ABC, o morador é surpreendido pelos policiais no portão, quando saia para encontrar os comparsas. Na Zona Leste de São Paulo, a ação da polícia aconteceu dentro de um prédio e mais dos procurados foi preso.

Um outro procurado guardava em casa cartões clonados com senhas escritas no verso. Ele foi preso dentro de um hospital, quando passava por uma consulta. Os três detidos aplicavam golpes juntos. Pelo esquema, eles entram em bancos para roubar dados de clientes e tirar dinheiro da conta deles.

Em imagens gravadas por câmeras de segurança de um banco, um dos ladrões se certifica de que a agência não tem vigilante. Em seguida, chega mais gente para ajudar. Um dos homens levanta o painel da máquina. E começa a fazer o serviço. Um cartaz, com propaganda do banco, é usado para bloquear a visão de quem em está na rua. Eles não saem do telefone.

Segundo a polícia, eles falam com um técnico de máquinas, ainda não identificado, que passa as instruções. Os equipamentos que vão registrar dados dos clientes chegam numa sacola. São iguais aos apreendidos neste sábado (20): computadores, placas eletrônicas, peças falsas e os esquemas de instalação usados nos golpes.

Com o serviço pronto, os ladrões vão embora.Mas costumam ficar por perto, como mostram fotos de ações anteriores. Os clientes fazem fila para usar o caixa. E nem desconfiam que ele está adulterado. A máquina aceita o cartão, pede a senha, mas o dinheiro não sai. Todas as informações sobre a conta, inclusive a senha, estão sendo armazenadas no computador que a quadrilha instalou lá dentro.

Um dos ladrões até oferece ajuda, mas o alarme dispara na central do banco. Diante da aproximação dos seguranças, eles agem rapidamente. Na agência, ignoram a presença de um cliente com uma criança. Arrancam o equipamento de clonagem e saem apressados.

Trinta e cinco segundos depois, o segurança só encontra a máquina arrebentada e os fios pendurados. “Os clientes eram prejudicados, às vezes uns não notavam no extrato, os que notavam o banco indenizava”, explica Aldo Galiano Júnior, delegado responsável pela investigação.

Nos últimos meses, esse mesmo grupo invadiu caixas eletrônicos em mais de 10 cidades do estado. Sempre aos sábados, entre 5h e 6h da manhã. Com os dados do cliente, o golpista fazia clones dos cartões e sacava dinheiro das contas. A polícia suspeita que uma pessoa que fazia a manutenção dos caixas eletrônicos tenha ensinado o grupo a adulterar as máquinas.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 336 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal