Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

18/06/2009 - Folha da Região Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

DIG de Rio Preto investiga golpe contra pecuarista

Por: Lázaro Jr.


Penápolis - O pecuarista Luiz Carlos Maricato, 49 anos, morador em Penápolis, acredita que conseguirá reaver os R$ 350 mil perdidos em um golpe aplicado por um comprador de gado que pagou com cheque sem fundo a aquisição de várias cabeças de gado.

O caso é investigado pela DIG (Delegacia de Investigações Gerais) de São José do Rio Preto, onde ele também possui uma residência. "As pessoas que fizeram isso são adultas, possuem patrimônio e sabiam o que estavam fazendo", disse em entrevista por telefone.

O prejuízo do pecuarista é referente à venda de 29 touros reprodutores e 300 novilhas que foram vendidas ao golpista. Ele contou que havia feito uma negociação anterior com o acusado de estelionato, que tinha pago normalmente, por isso concordou em fazer nova negociação.

As 300 novilhas que foram vendidas na última negociação foram embarcadas em vários caminhões no dia 28 de abril na propriedade que ele possui em Altinópolis (MT). Como um dos veículos apresentou problema mecânico, ele combinou com o motorista que o levasse até a outra fazenda que possui, em Costa Rica (MT), para que fosse feito o motor.

GOLPE

O pecuarista começou a suspeitar que havia caído em um golpe quando chegou na propriedade, no sábado, e foi informado que o caminhão não havia passado por lá. Ele então tentou ligar no telefone do comprador do gado, mas não conseguiu falar.

Na segunda-feira, ao chegar em Penápolis, recebeu um telefonema do banco informando que um dos cheques referentes à negociação havia voltado, assim como foi constatado que o outro cheque também estava sem fundo.

Por intermédio de um amigo, Maricato conseguiu contato com um frigorífico de Santa Fé do Sul e só aí descobriu que o gado vendido tinha sido abatido. Ao efetuar a venda, o golpista disse que os animais seriam levados para uma fazenda em Jaci, onde seriam criados. Outros pecuaristas da região teriam sido vítimas do golpe.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 290 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal