Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

18/06/2009 - Folha de São Paulo Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

STF abre inquérito contra deputado Silas Câmara por falsidade ideológica

Por: Márcio Falcão


Os ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) aceitaram nesta quinta-feira denúncia contra o deputado Silas Câmara (PSC-AM) e o transformaram em réu em um processo por falsidade ideológica. O deputado é acusado de utilizar um documento de identidade com número falso para firmar procurações para que terceiros administrassem empresas da qual é sócio e alterassem o contrato social.

Os ministros do STF aceitaram as provas da acusação de que o número da carteira de identidade não era compatível com a data de emissão. O documento foi expedido em 1979, mas o número sequencial dela só foi atingido pela Secretaria de Segurança em 1983.

Durante o julgamento, a defesa do deputado argumentou que a acusação não conseguiu comprovar a irregularidade cometida pelo deputado. "A denúncia é inconsistente porque não conseguiu mostrar como o deputado teve conhecimento da falsidade do documento e nem como ele se beneficiou desse documento", afirmou.

O deputado, que está em seu terceiro mandato na Câmara federal responde a outro inquérito no STF por crime contra administração, especificamente improbidade administrativa.

Em declarações recentes, o deputado afirmou que as investigações são fruto de perseguição política. "Infelizmente, na vida pública a gente encontra algumas pessoas que acham que a forma de macular, ou de destruir ou de derrotar politicamente uma pessoa é denegrindo. São processos de ordem pessoal mesmo, não tem nada de administrativo", disse.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 321 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal