Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

18/06/2009 - IT Web Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Biometria reduz o "ROI da fraude"

Por: Roberta Prescott

No entanto, ainda é preciso estabelecer padrões para interoperabilidade para expandir o uso da tecnologia.

Zelar pelas informações sigilosas e prevenir os bancos das fraudes é um árduo trabalho que desafia, diariamente os profissionais da TI das instituições financeiras. Isto porque os ataques virtuais (e também os físicos aos ATMs) sofisticam-se acompanhando a própria evolução e modernização da segurança dos bancos.

Nesse cenário, o uso da biometria ganha importância à medida que dificulta a ação dos invasores. "O retorno sobre o investimento (ROI) não compensa porque dá muito trabalho burlar a biometria", enfatizou Francimara Teixeira Viotti, em palestra durante o Ciab 2009.

Francimara integra o grupo da Febraban responsável pela criação de padrões de referência para o uso de todos os bancos no que tange a biometria e as certificações digitais. O grupo segue a linha da autenticação em três fatores: algo que o usuário sabe, algo que ele tem e algo que o usuário é.

Até o momento, os trabalhos conseguiram mapear os atributos das tecnologias existentes e elencou quatro possibilidades de padrões: por meio das veias das mãos e das veias dos dedos, a impressão digital e a voz. Agora, o grupo está selecionando universidades para depois convidar empresas para patrocinar o projeto. "Precisamos criar referências e permitir a interoperabilidade entre os bancos. Hoje, existe uma dificuldade enorme de legislação e de padrões técnicos", salientou Francimara, justificando que os bancos precisam uniformizar o tipo de biometria que usarão para facilitar para o cliente.

A executiva apontou ainda cinco principais tendências para este mercado: a segurança baseada em reputação, as múltiplas credenciais por usuário, ter uma federação de identidade, permitir a convergência de padrões e o avanço da chamada fraude como serviço. "Os problemas não estão relacionados à autenticação, mas à identidade dos clientes em todos os canais", finalizou.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 298 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal