Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

11/12/2006 - Já Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Quadrilha aplica um dos maiores golpes da história

Por: Sílvio Domingos


A formatura que para muitas pessoas seria um sonho agora está se tornando pesadelo. A empresa Universo Formaturas, que atua no ramo desde 1983 e inclusive já teve sede em Araras, desapareceu levando dinheiro de formandos de universidades e colégios particulares de pelo menos sete cidades da região. Este foi um dos maiores golpes de estelionato já registrado na história. Muitos alunos estão desesperados, mas não sabem o que fazer. A diretora coordenadora do Procon (Órgão de Proteção e Defesa do Consumidor) de Araras, Maria Salete Bezerra Braz, disse que a única informação é que os proprietários da Universo deixaram o País. Salete explicou que esta semana muitas pessoas procuraram o Procon de Araras para registrar a reclamação. Segundo ela, foram lesados alunos da Unar (Centro Universitário de Araras “Dr. Edmundo Ulson”), Uniararas (Centro Universitário Hermínio Ometto de Araras) e o Colégio Anglo. “Os prejuízos de cada unidade de ensino gira em torno de R$ 80 mil a R$ 120 mil. Realmente foi um golpe muito grande feito por esta empresa, que pode ser enquadrada por estelionato e até formação de quadrilha”, explicou Salete. Além das três escolas citadas pela coordenadora do Procon a reportagem do Já! também teve informações que formandos da UfsCar (Universidade Federal de São Carlos) de Araras e empresas terceirizadas também foram lesadas. Estima-se que o montante levado só de Araras ultrapasse R$ 400 mil.Mas o golpe não para por aí. Também há registros que a Universo desapareceu com dinheiro de formandos de universidades de Campinas, Americana, Santa Bárbara D’Oeste, Socorro, Espírito Santo do Pinhal, Limeira e Hortolândia. Apesar do rombo causado em várias formaturas, a coordenadora do Procon acredita que a empresa Universo teve facilidade para aplicar este golpe. “Eles aproveitaram da ingenuidade das pessoas. Não se paga um serviço antes dele ser realizado. Essas pessoas teriam que estar depositando o dinheiro em uma conta bancária aberta pela comissão de formaturas da universidade e efetuado o pagamento só depois que o trabalho fosse realizado pela empresa”, comentou Salete. A coordenador ressalta que este procedimento errado é comum em Araras. “Existe esta captação de dinheiro em até Parques Infantis, mas ninguém denuncia. Isso só vai parar quando surgir mais um outro golpistas ou um desses diretores for chamados na Justiça para prestar esclarecimentos”, observou a coordenadora.

Investigação

De acordo com a coordenadora Maria Salete Braz, com base nas denúncias, o Procon tentou localizar os proprietários da empresa, mas eles não foram encontrados. “Sabemos apenas que estão fora do País”, disse Maria Salete. A partir de agora, o Procon está orientando as pessoas a registrarem Boletim de Ocorrência na Polícia Civil para que o caso seja encaminhado ao Ministério Público. “Nós também vamos enviar todo material que temos, mas caberá ao Ministério Público acatar ou não a denúncia e após investigação enquadrar os responsáveis por estelionato e formação de quadrilha”, analisou Salete. A reportagem do Já! também passou a investigar o assunto e descobriu que há cerca de um ano e meio a Universo tinha sede em Araras, no Jardim Cândida, mas mudou-se para Campinas. Em Araras, ela chegou a ser representada pelo comerciante Cléber Francato e realizou diversas formaturas na UFSCar e Uniararas. Em contato com a família de Francato, a reportagem do Já! recebeu informação que ele deixou a empresa há cerca de sete meses e nunca mais manteve contato com a Universo, que tem como um dos proprietários e gerente, Alexandre Chaves. Há informações ainda que os proprietários da Universo estivessem no Rio de Janeiro. A reportagem também tentou entrar em contato por telefone, mas ninguém atendeu e um celular usado para contato com a empresa também só dava ocupado. Já na atual sede da empresa em Campinas, que funcionava na Rua Dona Ana Gonzaga, 114, no bairro Taquaral, o Jornal Todo Dia de Americana trouxe na última quinta-feira (7) a foto do prédio que está completamente abandonado e inclusive com uma placa de aluga-se na parede. Segundo vizinhos, a empresa funcionou no local há cerca de seis meses, mas há 15 dias tinha deixado o imóvel. Diante do fato, algumas unidades de ensino lesadas estão tentando encontrar uma outra forma para realizarem as formaturas. Segundo o pai de um dos alunos, o Colégio Anglo reuniu novamente os responsáveis e pediu que fosse pago mais uma vez o dinheiro da formatura. Só de uma classe do terceiro colegial, os pais tiveram que desembolsar R$ 600 por aluno, que acabou sendo levado pela Universo Formaturas. Mas nas formaturas que o montante foi bem maior, como da UFSCar, o desespero toma conta. “Eu não sei o que vamos fazer, estamos pagando há muito tempo esta formatura e agora eles desaparecem com nosso dinheiro. É um absurdo”, lamentou a mãe de uma aluna da UFSCar.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 911 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal