Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

09/06/2009 - V News Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Golpistas se dizem corretores de seguro

Segundo dados do Sincor, cerca de oito mil desses profissionais atuam ilegalmente no Estado de São Paulo.

O sindicato que reúne os trabalhadores legalizados do setor alerta que para não cair num golpe é preciso ficar atento na hora de contratar o serviço.

Durante um ano, Gilmara dirigiu tranquila, certa de que o carro estava coberto pelo seguro. Ela havia pago à vista R$1.450,00 a um corretor e recebeu apólice.

“Achei que meu seguro tava valendo”, diz Gilmara Santos, jornalista.

Só quando foi renovar o seguro, Gilmara descobriu o golpe: o corretor havia recebido o dinheiro para pagamento à vista, mas, sem avisar a cliente, parcelou o valor na seguradora, pagou apenas a primeira prestação e embolsou o restante. Cerca de R$1 mil.

“Na apólice vem escrito pagamento parcelado. Eu só descobri depois quando fui no Procon e eles me mostraram que vem escrito na apólice a forma de pagamento”, conta Gilmara.

O Sincor, sindicato que representa as corretoras de seguro, afirma que quem procura esse serviço não tem obrigação nem deve colocar dinheiro nas mãos do corretor.

O ideal é fazer o pagamento no banco, via boleto, mas se a pessoa achar mais prático entregar um cheque para o corretor, é importante que ele seja nominal à empresa seguradora.

Segundo o presidente do sindicato dos corretores é difícil saber quantas pessoas já foram enganadas pelos falsos profissionais. Muita gente não denuncia que caiu no golpe, por vergonha.

“O mau profissional tem que ser denunciado falado só pra a seguradora. Ela descadastra da empresa dela, mas ele continua no mercado operando com todas as seguradoras do mercado, não pode. Tem que denunciar”, diz Leoncio de Arruda, presidente do Sincor.

O estado de São Paulo tem hoje 28 mil corretores credenciados. Na página do Sincor você fica sabendo como descobrir se o corretor tem licença para trabalhar e como denunciar quando desconfiar de um golpe.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 317 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal