Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

12/12/2006 - cidadeverde.com Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Quadrilha que aplicava golpe em idosos poderá ser solta


Eles são acusados de integrar uma quadrilha que aplicava golpes em idosos.


As nove pessoas presas dia 29 de novembro, por agentes das polícias Civil e Militar, nas cidades de Bocaina e São João da Canabrava, na macrorregião de Picos, poderão ser soltas em breve, conforme informa o delegado regional da Policia Civil de Picos, Jorge Ferreira.

Após a conclusão do inquérito nesta segunda-feira (11) o processo foi encaminhado a Comarca de Bocaina onde o Juiz Titular Dr. Macau irá apreciar a partir de então o processo. Segundo Jorge Ferreira os advogados de defesa já ingressaram com o pedido de habeas corpus para que todos respondam ao processo em liberdade. Podendo ser soltos a qualquer momento.

Eles são acusados de integrar uma quadrilha que aplicava golpes em idosos. Através de denúncias a polícia conseguiu chegar até os acusados. A quadrilha, segundo delegado da Delegacia de Proteção ao Idoso, Marllos Sampaio, estava sendo investigada há cerca de duas semanas, logo que começaram a surgir as primeiras denúncias de idosos, vítimas dos golpes de empréstimos bancários no interior do Estado.

ENTENDA O CASO:

Os envolvidos se passavam por funcionários do INSS e ofereciam empréstimos a juros baixos. Eles abordavam principalmente idosos e viúvas e, antes de escolher as vítimas, intermediavam a obtenção de benefícios irregulares, através de empréstimos. A fraude era realizada por meio da inserção de dados falsos. Os acusados aplicavam o golpe em vários Estados do país. A prisão aconteceu, por volta das 14h, pela equipe comandada pelo delegado de São João da Canabrava, sargento Elias.

Todos os envolvidos são da cidade de Nova Olinda, estado do Ceará. Na operação foram presos: Francisco Leite de Farias, Cícero Alves Saraiva, Francisco Rodrigues Barros, Maurício Macedo da Silva, José Valdo de Lima, Regiane Pereira Gomes da Silva, Francisco Mário de Souza Ferreira, José Vanderlan Taveira da Fonseca e Antonio Costa de Carvalho. Eles foram encaminhados para o Segundo Distrito Policial, localizado no bairro bomba em Picos.

Em depoimento, os evolvidos confessaram que trabalham para José Marcos Teixeira de Alencar, vereador da cidade de Nova Olinda, Estado do Ceará e também dono do escritório de contabilidade que presta serviços para a financeira G7.

O vereador, José Marcos Texeira de Alencar, conhecido como Zé de Naninha, da cidade de Nova Olinda (CE) compareceu dia 06 no 2°DP em Picos, para prestar esclarecimentos sobre o seu envolvimento com a quadrilha que lesava idosos na região. Segundo a polícia o depoimento durou mais de três horas e teve várias contradições.

“Ele falou da legalidade da empresa na captação dos recursos e disse que a empresa trabalha terceirizada para a empresa Gsete que tem contrato de vinculação junto ao Banco GE. Ele falou que não há orientação junto aos seus funcionários para que eles utilizem de modos de coação. E que todos os modos operantes é de acordo com orientação já expressamente recebida junto as instituições financeiras. Ele disse que conhecia o estatuto do idoso no entanto disse que desconhecia que a maneira que eles estavam abordando os idosos era ilegal”, disse o delegado regional da polícia civil.

Com a quadrilha foram apreendidos foto-copiadoras, contratos e documentação falsa. A Força Tarefa ainda está fazendo busca nos imóveis e procurando outros bens e novos documentos que comprovem o envolvimento de mais fraudadores. A equipe também investiga outros membros.

Para acompanhar as investigações a Polícia Civil da capital enviou à Picos o delegado titular da delegacia do idoso no Estado do Piauí, Marllos Sampaio. Durante toda à tarde de quinta-feira (30) foram ouvidas vítimas dos fraudadores.

“Eles serão enquadrados no artigo 107 do Estatuto do Idoso, por coagirem idosos a assinar contratos e também por formação de quadrilha”, explica o delegado Marllos Sampaio, acrescentando que o bando preso será investigado ainda detalhadamente, para que a polícia possa saber se os presos têm algum tipo de envolvimento com os bancos e ainda com outras pessoas, em relação ao golpe de empréstimos no Estado.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 845 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal