Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

06/06/2009 - Portugal Digital Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Ministério Público português arresta contas de banqueiro João Rendeiro em paraíso fiscal

O DIAP decidiu apreender os bens financeiros de três antigos administradores do BPP, João Rendeiro, Paulo Guichard, e Salvador Fezas Vital.

Lisboa - O Ministério Público (MP) decidiu apreender contas bancárias pertencentes a antigos administradores do Banco Privado Português (BPP), informa neste sábado (6) a imprensa portuguesa.

Os saldos bancários, cujo total corresponde a aproximadamente 50 milhões de euros, estavam em paraísos fiscais. A apreensão resultou das buscas feitas pelo Departamento de Investigação e Acção Penal (DIAP), de acordo com a rádio TSF.

O DIAP decidiu apreender os bens financeiros de três antigos administradores do BPP, João Rendeiro, Paulo Guichard, e Salvador Fezas Vital.

Segundo noticia hoje o jornal Correio da Manhã, no total foram apreendidos 50 milhões de euros, um valor que estava em paraísos fiscais. Uma das empresas visadas foi a Joma Advisors, a offshore de Rendeiro.

Em causa estão crimes de burla qualificada, branqueamento de capitais, fraude fiscal, e falsificação de documentos. Motivos que levaram o DIAP a realizar buscas, sexta-feira, nas instalações do BPP, em Lisboa, e do escritório do advogado Luís Miguel Júdice.

Um dos advogados da sociedade PLMJ foi mesmo constituido um arguido, mas em comunicado foi explicado que esta medida foi tomada porque só assim seria possível apreender documentação relativa ao caso.

O jornal adianta ainda que as contas arrestadas há muito que tinham sido identificadas pelos investigadores que já estão há algums meses a investigar o BPP.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 365 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal