Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

05/06/2009 - Repórter Diário Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Idosa cai em golpe de estelionatários que usavam nome de Eletropaulo

Por: Aline Bosio


Uma senhora de 73 anos, moradora do bairro Vila Floresta, em Santo André, caiu em um golpe de dois homens que se identificaram como funcionários da Eletropaulo para conseguirem clonar o cartão de crédito e cobrar por serviços não realizados na última quinta-feira (05/06).

A vítima, que pediu para não ser identificada, registrou Boletim de Ocorrência no 1º DP da cidade. No documento a idosa contou que por volta das 10h da manhã um homem verificou o relógio medidor de energia e solicitou uma conta de luz alegando que havia verificado problemas com o consumo da residência.

Logo em seguida o indivíduo telefonou para uma outra pessoa que, momentos depois, chegou na casa da vitima. Após simularem reparos no chuveiro, foi cobrada uma taxa de R$ 250, que deveria ser paga com um cartão. Entretanto, a operação não foi finalizada e o suposto serviço foi pago em dinheiro.

Antes dos dois homens deixarem a residência, a vítima solicitou a entrega de um recibo, que foi negado, alegando que o documento seria entregue minutos depois, quando eles retornassem para verificar se o chuveiro estava funcionando corretamente.

Ao perceber que eles não voltariam, a vítima procurou pelo cartão que tentou usar, mas não o encontrou. Suspeitando do que poderia ter ocorrido, ela se dirigiu até o bando e pediu um extrato de sua conta, que apontou o uso do cartão com um gasto de aproximadamente R$ 2,5 mil, que não teria sido feito pela titular.

“Estelionato é um crime muito comum, mas deste tipo é um dos primeiro registrados no DP”, disse o delegado titular do 1º DP, Márcio Antônio Pereira Macedo. Segundo Macedo, é preciso ficar atento para não cair em golpes parecidos, com pessoas que utilizam nomes de empresas de telefonia, televisão e internet à cabo, energia e até mesmo de concessionárias de água.

“Mesmo que a pessoa mostre um crachá ou outro tipo de identificação é importante ligar para a empresa e verificar se eles são mesmo funcionários e se estão prestando serviço na região. Quando mais dificultar a entrada destas pessoas na residência, mais difícil será cair em golpes deste tipo”, finaliza o delegado.

Em nota, a AES Eletropaulo informa que o funcionário da concessionária é identificado por meio de crachá. A distribuidora esclarece que no caso dos eletricistas, além do crachá de identificação, estes também possuem uniforme de cor cinza com faixas refletivas laranja e branca. Em caso de dúvidas, a empresa orienta o consumidor a entrar em contato com a Central de Atendimento, no telefone 0800 7272 120, e questionar se há chamados de atendimento para o local em questão.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 259 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal