Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

06/12/2006 - Jornal da Manhã Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Costureira cai no golpe do cartão


Costureira de 76 anos caiu no recém-criado golpe do cartão. A vítima foi abordada em casa por um homem se dizendo funcionário da Caixa. Com a desculpa de renovar o cartão do banco, o estelionatário aplicou o golpe.

A costureira pediu a preservação do seu nome, assim como as iniciais. "Eu sou muito conhecida no bairro. Vão pensar que sou burra", justificou. Ela entrou em contato com a reportagem do Jornal da Manhã e contou a história, com objetivo de evitar que os bandidos apliquem o mesmo golpe em outras pessoas. "Os outros precisam saber como eles fazem, para não acontecer de novo", disse.

O golpe aconteceu na rua Epitácio Pessoa, bairro São Benedito. Às 9h de ontem, a costureira recebeu em sua casa um homem bem vestido, cerca de 40 anos, cabelos grisalhos, rosto arredondado, forte, cerca de 1,75m, branco, trajando camisa azul de manga comprida e calça social cinza.

Ele estava com um envelope da Caixa Econômica Federal em suas mãos. O autor questionou se ela havia viajado. Segundo ele, a Caixa tentou entrar em contato com a costureira e não conseguiu. A frase deu início ao golpe. Para a vítima, o homem à sua frente realmente era funcionário do banco.

"Ele me hipnotizou. Tudo que me pedia eu arrumava. Ele me pediu o número da carteira de identidade e eu passei. Depois pediu a senha do meu cartão. Em seguida solicitou o cartão", explica a costureira.

O homem pegou o cartão da vítima, passou em uma máquina e o colocou dentro de um envelope. Ele disse para ela abrir o envelope, diante do gerente da Caixa, na próxima terça-feira.

O autor se despediu e foi embora. Ao entrar em casa, a mulher percebeu o golpe, abriu o envelope e descobriu a farsa. O estelionatário agiu como um ilusionista. Ele trocou o cartão da costureira pelo de outra pessoa. De imediato ela correu para a rua, mas não conseguiu encontrar o autor. Ligou para o banco, porém era tarde. O estelionatário já havia sacado todo o dinheiro da conta dela, cerca de R$ 800.

"Veja só. Aconteceu isso com a velha aqui. Eu sempre fui uma pessoa esperta e passo por um negócio desse. Espero que ninguém passe por isso. Estava economizando esse dinheiro. Trabalho muito e aí vem um esperto e leva tudo", disse, indignada.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 365 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal