Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

04/06/2009 - O Globo Online / Valor Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

SEC processa ex-CEO da Countrywide por fraude

Por: Fernando Torres


SÃO PAULO - A Securities and Exchange Commission (SEC), órgão regulador do mercado de capitais dos Estados Unidos, informou hoje que vai abrir um processo por fraude contra Angelo Mozilo, ex-CEO da Countrywide, que era uma das maiores empresas de hipotecas dos Estados Unidos antes do início da crise do subprime. O ex-diretor operacional da empresa, David Sambol, e o ex-diretor financeiro, Eric Sieracki, também serão processados por fraude.

Em sua acusação, a SEC alega que os três esconderam "deliberadamente" dos investidores os riscos que estavam tomando na concessão dos financiamentos imobiliários, em estratégias que tinham como objetivo ganhar e manter participação de mercado.

Conforme a SEC, os executivos teriam mentido aos investidores ao afirmar que a carteira de hipotecas da empresa era constituída principalmente por financiamentos de alta qualidade, do tipo prime, e que estavam "evitando os excessos da concorrência".

Em um processo separado, Mozilo também está sendo acusado pela SEC pelo uso de informações privilegiadas. Ele vendeu ações da californiana Countrywide em 2006 e 2007, obtendo um lucro de US$ 140 milhões, quando, segundo órgão regulador do mercado americano, ele já sabia dos problemas da empresa.

De acordo com o diretor de fiscalização da SEC, Robert Khuzami, a Countrywide era apresentada ao mercado como uma corretora de hipotecas que trabalhava com o segmento prime e que tinha um critério rigoroso para aceitar clientes. No entanto, Khuzami afirma que Mozilo teria classificado seu produto como "tóxico" e que a previsão sobre o futuro da empresa era tão incerta que era como se a Countrywide estivesse num "voo cego".

"Angelo Mozilo tinha acesso a informações detalhadas e alarmantes sobre as operações da Countrywide. Ele sabia que a empresa estava apostando em hipotecas com risco cada vez maior e escondeu esses detalhes dos investidores ao mesmo tempo em que tirava ativamente suas fichas da mesa", afirmou, em comunicado, Rosalind Tyson, diretora regional da SEC em Los Angeles, ao comentar sobre o uso de informação privilegiada.

Para argumentar que Mozilo sabia do risco que corria, o órgão regulador cita que o executivo teria se empenhado e pedido diversas vezes que a carteira de hipotecas do tipo Pay-Option ARM (Adjustable-Rate Mortgage) fosse integralmente vendida.

Nesse tipo de financiamento imobiliário, considerado dos mais arriscados, o comprador escolhe quanto quer pagar no início do empréstimo, sendo que as prestações podem ser, inclusive, menor que os juros - gerando amortização negativa. Ou seja, mesmo após um ano pagando as parcelas, a dívida a ser paga fica maior. A sigla ARM significa que os juros são flutuantes e mudam ao longo do financiamento. Em geral, são bastante reduzidos no início do prazo, para que a parcela seja menor. Depois, dão um salto.

Após os enormes prejuízos registrados, a Countrywide negociou sua venda para o Bank of America em janeiro de 2008. A transação foi concluída em julho do ano passado.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 311 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal