Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

04/06/2009 - O Globo Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia Federal faz operação para prender quadrilha que clonava cartões de crédito

Por: Ana Claudia Costa


RIO - Pelo menos sete pessoas foram presas numa operação da Polícia Federal para prender uma quadrilha que clonava cartões de crédito na Região Metropolitana do Rio. A operação Nômade, que é coordenada por policiais federais da Delegacia de Niterói, acontece desde o início da manhã em São Gonçalo, Magé, Niterói e Rio de Janeiro. De acordo com a PF, o objetivo da ação é cumprir 17 mandados de prisão preventiva e 16 de busca e apreensão.

No início da manhã, Pablo Vasques Vieira Barreto, de 26 anos, foi preso em casa, em São Gonçalo. Ele é acusado de aplicar golpes com cartões de crédito. Na casa dele foram encontrados 12 cartões com bandeira Visa, três deles sem a tarja magnética.

Além de Pablo, a Polícia Civil afirmou que outras seis pessoas foram presas. Ao longo das investigações da Polícia Civil, uma pessoa já estava presa por um outro crime, e outros três foram presos antes no decorrer das investigações. Além disso, todos os mandados de busca e apreensão já foram cumpridos.

A quadrilha, especializada em clonagem e utilização fraudulenta de cartões de débito e de crédito, é investigada desde 2007 pela delegacia da PF de Niterói. De acordo com a investigação, os membros da quadrilha agiam capturando os dados contidos nas tarjas magnéticas dos cartões de crédito e débito emitidos por instituições financeiras usando equipamentos eletrônicos conhecidos como chupa-cabra.

Ainda de acordo com a PF, a quadrilha também fazia uso de terminais de pagamento (POS) de operadoras de cartão, que depois de adulterados, passavam a armazenar os dados das tarjas magnéticas, possibilitando, assim, a inserção em outros cartões. Segundo a PF, a investigação foi chamada de 'nômade' porque os principais investigados mudavam de constantemente de endereço.

Em março, cinco pessoas acusadas de fazerem parte de uma quadrilha que clonava cartões de crédito e bancários no Rio, na Região Serrana e na Baixada Fluminense. Entre os presos estavam dois técnicos de uma empresa de manutenção de máquinas de cartão. O grupo, além de fazer compras com os cartões clonados, revendia as informações dos cartões para outros bandidos. A polícia conseguiu comprovar a adulteração de máquinas de cartão em pelo menos cinco estabelecimentos do Rio.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 387 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal