Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

03/06/2009 - Diário de Cuiabá Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Operação “Limpa Bairros” já prendeu 24 pessoas em Rondonópolis


Mais duas pessoas foram presas na Operação “Limpa Bairros”, da Polícia Judiciária Civil realizada há 19 dias em Rondonópolis (212 km ao Sul). As investigações são desenvolvidas pela Divisão de Crimes Contra o Patrimônio (Depatri), do Centro Integrado de Segurança e Cidadania (Cisc), do município. Com estas, já são 24 presos no período.

Na tarde da última terça-feira (02), os investigadores localizaram o moto-taxista Leandro Souza Gomes, o “Dragão”, de 27 anos, no bairro Distrito Industrial. No momento da prisão, Leandro tinha acabado de vender três trouxinhas de pasta base de cocaína. Os usuários disseram à Polícia que pagaram R$ 14 reais pelo produto.

Também foi apreendido R$ 28, provavelmente dinheiro de outras vendas de droga, além de dois capacetes amarelos com adesivo de “moto-taxi” e uma motocicleta Titan vermelha, que era utilizada para o tráfico de entorpecente.

Após as investigações, os policiais descobriram que Leandro exercia a atividade de moto-taxista de forma clandestina, ou seja, sem o registro na associação da categoria. Leandro foi preso pela equipe da Depatri, no mês de fevereiro de 2009, por envolvimento com uma quadrilha especializada na fabricação de cédulas falsas, que foram espalhadas em Rondonópolis.

Na segunda ação policial, em um hotel próximo à rodoviária, os investigadores localizaram Antonio Carlos de Castro Lima, 50 anos. O suspeito estava com sete folhas de cheques, sendo uma em branco e as demais, preenchidas por pessoas dos Estados do Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Paraná, somando um valor aproximado de R$ 100 mil reais.

As investigações apontaram que Antonio Carlos pode ser estelionatário ou estar envolvido com a venda ilegal de defensivos agrícolas falsificados ou contrabandeados, pois um dos emitentes, que assinou duas folhas de cheque, já foi preso por receptação e contrabando de defensivos.

Os policiais civis constataram que Antonio Carlos possui um mandado de prisão em aberto, expedido pela Comarca de Guaíra, no Estado do Paraná. Segundo o delegado da Depatri, Claudinei Lopes, as investigações continuam para se confirmar a procedência e a negociação envolvendo os cheques apreendidos.

Os presos foram encaminhados à Cadeia Pública de Rondonópolis.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 204 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal