Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

29/05/2009 - Expresso MT Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Projeto defende privacidade e segurança nas agências bancárias

Por: Raphaella Padilha

A “saidinha de banco”, nome usado para identificar assaltos a clientes ‘sondados’ durante saques em agências bancárias, é cada dia mais comum nas grandes cidades.

Não existem números oficiais sobre esse tipo de ação no Estado, mas calcula-se uma média de seis roubos diários desta categoria, que tem causado verdadeiro pânico na população mato-grossense. Como o desempregado Antônio de Arruda Flores, 37, que no dia 11 de março deste ano, levou um tiro no braço quando saia de uma agência, localizada na Avenida Fernando Correa da Costa em Cuiabá, após realizar um saque.

Tentando frear esta crescente onda de assaltos o deputado estadual Dilceu Dal’Bosco (DEM) apresentou um projeto de lei que obriga as instituições bancárias existentes em Mato Grosso a instalarem em suas agências e postos de atendimento ao público divisórias ou estruturas similares, de forma a garantir a privacidade visual dos clientes que estão nos caixas de atendimento, isolando-os em relação à operacionalização dos serviços realizados.

“Acompanhamos aterrorizados os casos envolvendo clientes de bancos que ao realizarem pagamentos e saques ficam expostos, possibilitando que a operação seja identificada pelos que ali se encontram, e acabam sendo vitimadas ao sair à rua, distante dos olhos dos seguranças privados”, lamentou Dilceu.

O parlamentar defendeu ainda que a proposta pretende coibir a ação de quadrilhas especializadas em seqüestro relâmpago, que se utilizam de pessoas conhecidas como “olheiros”, para permanecer no interior das instituições, escolhendo seus alvos, que ao saírem das agências são abordados.

“A utilização de cartões clonados também podem ser barradas, uma vez que será difícil identificar a senha dos clientes. Garantir a segurança a toda população é dever do Estado e também dos fornecedores de produtos e serviços, no caso, as instituições bancárias”, finalizou.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 253 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal