Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

29/05/2009 - Público.pt - Última Hora Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Suspeitas de fraude na CNE levam SLN a assumir imparidades de 20 milhões

Por: Ana Brito

Cimenteira com prejuízos de 14,6 milhões em 2008.

A administração da Sociedade Lusa de Negócios (SLN) reconheceu nas contas de 2008 imparidades de 20,1 milhões de euros relativas a inventários da CNE - Cimentos Nacionais e Estrangeiros por suspeitas de fraude.

A informação consta do relatório e contas de 2008 que os accionistas da holding aprovaram hoje em assembleia-geral, onde se refere que "o grupo desreconheceu inventários registados no balanço da CNE no montante de 20,114 milhões de euros em virtude de de factos que indiciam a prática de fraude".

A CNE, que registou um prejuízo de 14,6 milhões de euros em 2008 e acabou o exercício com capitais próprios negativos em 30,6 milhões de euros, está neste momento sob disputa accionista.

Em causa está o diferendo que opõe a SLN ao accionista António Monteiro Nogueira, que reclama a titularidade da maioria do capital social da empresa.

Fonte oficial da holding liderada por Fernando Lima disse ao PÚBLICO que os registos do grupo atribuem à SLN a maioria do capital e explicou que as partes estão a tentar chegar a acordo.

O PÚBLICO sabe que na semana passada houve nova reunião entre a SLN e António Monteiro Nogueira, mas não houve qualquer avanço nas conversações.

Neste momento, o grupo e o fiscal único da sociedade estão à procura das acções representativas do capital social da Cimentos Nacionais e Estrangeiros, cujo paradeiro se desconhece.

António Monteiro Nogueira, sócio fundador da CNE, divide com a mulher, Maria Conceição Nogueira, a administração da cimenteira.

Os anteriores administradores renunciaram aos cargos por razões pessoais. Rui Farinha Antunes deixou a CNE em Setembro do ano passado e Luís Gonçalves Gomes (presidente) fê-lo em Março.

Farinha Antunes foi substituído por António Nogueira e Conceição Nogueira substituiu Gonçalves Gomes.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 507 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal