Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

08/12/2006 - Correio do Brasil Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia Federal indicia 30 pessoas por fraude


O delegado da Divisão de Combate a Crimes Financeiros da Polícia Federal (PF), Bruno Ribeiro Castro, entregou na quinta-feira à Justiça Federal, em Belo Horizonte, relatório final do inquérito que investigou um esquema de blindagem patrimonial de empresas devedoras de tributos e sonegação fiscal, supostamente comandado pelo advogado tributarista Juvenil Alves, deputado federal eleito pelo PT de Minas Gerais. O inquérito policial foi concluído com o indiciamento de 30 pessoas. Alves deixou a Superintendência da PF na quinta-feira, em cumprimento a uma liminar concedida pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região no pedido de habeas-corpus impetrado por sua defesa.

Os suspeitos foram divididos em cinco grupos distintos: advogados, empresários, contadores, "laranjas" e representantes no Uruguai. Conforme Castro, as investigações comprovaram a existência de um esquema criminoso que teria provocado um prejuízo de ao menos R$ 1 bilhão aos cofres públicos. Lavagem de dinheiro, formação de quadrilha, falsidade ideológica e estelionato estão entre os crimes previstos.

No relatório entregue na 4ª Vara Federal em Belo Horizonte, o delegado solicitou o seqüestro de um imóvel de luxo na capital mineira, avaliado em R$ 4 milhões. Segundo Castro, o apartamento, em nome de uma empresa brasileira, pertenceria de fato ao deputado federal eleito por meio de uma empresa uruguaia. Solicitou também o bloqueio de 2,5 milhões de euros depositados em quatro contas bancárias em Portugal.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 485 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal