Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

28/05/2009 - Gazeta Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Aplicou golpe de R$ 200 mil e forneceu o endereço correto


O estelionatário Lucas Nascimento, de 28 anos, foi preso na tarde desta quarta-feira (27), acusado de aplicar golpes em várias lojas de móveis, eletrodomésticos e eletroeletrônicos de São Mateus, Nova Venécia e municípios arredores localizados no Norte do Estado. Segundo informações policiais, o criminoso teria dado prejuízo de mais de R$ 200 mil a vários empresários que atuam na região.

Lucas foi preso por policiais de São Mateus depois que um grupo de militares recebeu denúncias de comerciantes que alegaram estarem sendo vítimas de um golpista. Durante investigações, a polícia identificou o suspeito e descobriu ainda que o crime era maior do que se imaginava diante do que foi apreendido.

Na casa do acusado, localizada em Pinheiros, os policiais efetuaram a apreensão de TVs LCD, computadores, aparelhos de Fax com impressora, placas de vídeo de computadores, condicionadores de ar, centrífugas e aparelhos de som.

O titular da Delegacia Patrimonial do município, Líbero de Carvalho Filho, disse que o acusado já vinha praticando estelionato há vários meses. Se passando por Lucas Domingos, ele falsificou carteiras de identidade e outros documentos pessoais e abriu contas em várias agências bancárias de São Mateus.

Com a documentação irregular, o bandido passou a comprar em lojas de grande porte utilizando cartões de crédito e cheques sem fundo. Depois que aplicava o golpe, ele revendia parte do material para terceiros. Como sempre tinha a nota fiscal da compra, as pessoas acabavam comprando os objetos sem desconfiarem que eram frutos de uma fraude. Além disso, destaca o delegado, Lucas inventava uma série de desculpas para explicar a motivação da venda.

Os objetos que não eram vendidos, ficavam na casa do criminoso ou eram utilizados como forma de pagamento de dívidas que tinha com outras pessoas.

Investigadores da Delegacia Patrimonial ainda têm a informação de que celulares e notebooks também foram comprados e revendidos de maneira irregular por Lucas. Segundo os primeiros levantamentos, os golpes aplicados pelo estelionatário podem ter levado prejuízo de mais de R$ 200 mil a lojistas do Norte do Estado.

Algumas vítimas de Lucas Nascimento estiveram no Departamento de Polícia Judiciária (DPJ) de São Mateus e o reconheceram como autor do crime. Ao final, os comerciantes tiveram os pertences recuperados e quem saiu no prejuízo foram as pessoas que compraram os aparelhos das mãos do acusado.

Nem mesmo o irmão de Lucas escapou do golpe, conforme salientou o delegado Líbero Filho. "Ele abriu uma firma que sequer chegou a funcionar, fez um contrato social dessa firma e colocou o próprio irmão como sócio. Só que esse homem prestou depoimento e ficou surpreendido. Alguns documentos apresentavam a assinatura dele, mas ele mesmo não assinou nada. Tudo foi falsificado pelo Lucas".

O detalhe que mais chamou a atenção dos policiais na ocorrência foi mesmo sobre a maneira como os crimes foram descobertos. Segundo o delegado, um erro infantil levou o acusado para a cadeia. "A pessoa quando faz compras irregulares geralmente some. Só que o Lucas comprava e voltava. E pior, em todas as ocasiões deu o endereço verdadeiro de onde morava".

Lucas Nascimento que já tem antecedente criminal foi autuado por estelionato. Ele permanece preso no "Cadeião" de São Mateus, construção anexa ao DPJ do município.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 513 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal