Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

27/05/2009 - Jornal Dia a Dia / Folha Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Brasil lidera ranking mundial de vírus para PCs em maio


A atividade de vírus de computadores por intermédio de spam cresceu no Brasil no mês de maio. De 163,7 e-mails, pelo menos um deles é código malicioso. O número coloca o país no topo da lista de vírus por países, de acordo com o relatório mensal MessageLabs Intelligence, divulgado nesta quarta-feira (27) pela empresa de segurança em informática Symantec.

Em seguida ao Brasil, vêm China, com uma mensagem maliciosa a cada 198,3 recebidas, e Reino Unido, com uma a cada 199,8 e-mails. O país mais seguro é o Japão: de 1.852 e-mails, apenas um contém vírus.

Os spam corresponderam a 90,4% de mensagens mundiais de e-mail recebidas no mês de maio, um acréscimo de 5,1% em relação ao mês de abril -ou o equivalente a um spam recebido a cada 1,11 mensagem.

Em média mundial, os vírus foram detectados em uma a cada 317,8 mensagens enviadas -que representa, de acordo com a empresa, um decréscimo de 0,01% em relação ao mês de abril. Já os ataques de "phishing" (tipo de fraude eletrônica que consiste em simular um site com o objetivo de roubar informações pessoais ou instalar um vírus) estiveram presentes em ao menos um de 404,7 e-mails recebidos, o que correspondeu a um aumento de 0,11% em relação ao mês passado.

De acordo com o relatório, 1.149 sites maliciosos foram bloqueados diariamente no mês de maio. Ainda que o número seja alto, a empresa aponta uma queda de 67,7% em relação a abril.

O aumento do número de spam foi ocasionado pelo uso do e-mail em páginas da internet, sites de relacionamentos e botnets (softwares-robôs que se executam de forma autônoma e automática). Os e-mails acessados por meio da internet e perfis de redes sociais são "uma mina de ouro para spammers", diz o relatório.

"Todos os spammers usam um assunto e um hyperlink válido para ativar perfis na maioria dos sites de relacionamento. Esses e-mails originados de endereços legítimos em alguns provedores de webmail fazem com que o trabalho de filtros de anti-spam seja difícil."

Os spammers aproveitam as redes sociais por meio de ferramentas que burlam o código automatizado "captcha" (caracteres gerados pelo site, que usuários devem digitar na antes da criação de contas).

Segundo o documento, 34,8% dos spam foram originados nas Américas -21,4% na América do Sul e 13,4% na América do Norte-, enquanto 31,6% e 27,8% corresponderam aos continentes europeu e asiático, respectivamente.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 256 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal