Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

03/12/2006 - Bom Dia Bauru Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Apreensão de nota falsa aumenta 69% em um ano

Por: Lilian Venturini


Somente até outubro deste ano, a PF (Polícia Federal) apreendeu 227 notas falsas em Bauru, 69% a mais do que em 2005.

Em valores, isso é 84,7% superior às apreensões feitas em todo o ano passado, quando a polícia tirou de circulação o equivalente a R$ 5.072.

Em 2006, a quantia já é de R$ 9.371 e a nota de R$ 50 é mais comum.

Uma delas passou pelas mãos da comerciante Lúcia Helena Miranda, 43 anos.

Sem perceber que se tratava de cédula falsa, a comerciante aceitou a nota.

Apenas no banco foi informada sobre a falsificação. “Na pressa nem prestei atenção”, diz. Das 227 notas apreendidas pela PF, 173 eram de R$ 50.

Tintas nos dedos
Segundo a polícia, a grande circulação destas notas no comércio justifica a preferência dos golpistas.

Depois delas, as de R$ 10 são as mais falsificadas, mesma proporção verificada em 2005, mas em quantidade inferior à verificada em 2006. No ano passado, 134 notas.

Na avaliação do delegado da PF Renato Casarini o aumento é “cíclico”, ou seja, varia de ano a ano.

Em 2004, por exemplo, em uma única ação policial, foram apreendidos cerca de R$ 12 mil.

A suspeita é de que as notas venham de outras regiões e não sejam fabricadas na cidade.

Além da nota de R$ 50, este ano Lúcia recebeu ainda mais duas cédulas falsas de R$ 5.

Devido à fabricação grosseira ela não aceitou o dinheiro. “Soltavam tintas nos dedos. Agora tenho que ficar atenta para evitar o pior”, afirma.

Diante da dificuldade de se erradicar a falsificação, a PF diz intensificar a apreensão e pede que a polícia seja acionada em casos de suspeita. Se houver dúvida, a polícia orienta a colocar a possível nota falsa próxima a uma verdadeira (veja outras dicas abaixo) para tentar constatar a fraude.

O delegado lembra que, em geral, as falsificações são de boa qualidade e usam o mesmo papel utilizado pelo Banco Central.

Uma informação importante e que pode arrefecer o ímpeto de candidatos a golpistas: falsificar cédulas ou colocá-las em circulação são crimes previstos pelo Código Penal Brasileiro.

Se condenado, autor do crime pode pegar até 12 anos de prisão.


Veja dicas para reconhecer dinheiro falso

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 411 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal