Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

04/12/2006 - DCI Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Telefonia móvel usa banco e cartões para facilitar recarga

Por: Katia Hochman


As principais operadoras de telefonia móvel estão estreitando o relacionamento com bancos e administradoras de cartões de crédito e débito. O principal objetivo delas é estimular a compra de créditos para ligação por parte de seus clientes pré-pagos — que representam 80% dos 96 milhões de telefones celulares ativos no País. Já para as empresas de cartão, também é negócio trabalhar com os créditos de telefonia porque isto gera um volume maior de transações nos estabelecimentos conveniados à rede. Ampliando as formas de pagamento, as operadoras também ganham em redução da inadimplência.
“O uso de cartões de débito cresce a taxas de 50% ao ano no País e o de crédito, de 20%”, destaca Roberto Lima, presidente da Vivo e egresso da Credicard. A empresa de telefonia que preside acaba de fechar com a Visanet um acordo que permite a compra de créditos em estabelecimentos capazes de fazer vendas com cartões. “Desta forma, incluiremos imediatamente milhares de novos pontos de recarga à rede”, constata Lima.
Para a Visanet, trabalhar com as operadoras de telefonia móvel é uma forma de gerar uma receita marginal com os POS (points of sales, ou pontos-de-venda). “Vender os créditos para recarga faz parte da nossa estratégia de gerar fluxo de potenciais clientes aos nossos estabelecimentos conveniados”, explica Luiz Eduardo Ritzmann, diretor executivo da Visanet. A administradora de cartões — com um milhão de estabelecimentos credenciados no País — pretende chegar ao final de 2007 com 75 mil estabelecimentos aptos a fazer recargas e receber o pagamento no cartão. Até o final deste ano, 26 mil estabelecimentos estarão habilitados a fazer esse tipo de recarga. Segundo o diretor da Visanet, a maioria desses locais é composta de pequenos comércios, farmácias e mercadinhos de bairro.
Além da Vivo, as demais empresas do setor também estão trabalhando cada vez mais com meios eletrônicos de pagamento.
A Claro — braço brasileiro de telefonia móvel da mexicana América Móvil — tem 5% de suas transações realizadas via cartões. A empresa trabalha com as bandeiras Visa, Mastercard e Hipercard para as recargas feitas via ligações do próprio celular. Além da recarga, os clientes também podem renegociar as faturas no cartão. A Oi, do Grupo Telemar, trabalha com recargas eletrônicas em parceria com os bancos Itaú, Unibanco, Caixa Econômica Federal, HSBC e Lemon Bank, além de alguns estabelecimentos que aceitam American Express. A TIM aceita o pagamento nos cartões Visa, MasterCard e Diners.
Inadimplência
A inadimplência na telefonia móvel — que somou R$ 401,1 milhões no terceiro trimestre do ano — está relacionada principalmente às questões de fraude e às estratégias de ampliação da base. “Muitas empresas estão migrando para a faixa de usuários de baixa renda”, aponta Alex Zago, analista de telecomunicações da consultoria Frost&Sullivan. A venda de aparelhos subsidiados também entra para a conta da inadimplência quando este consumidor não cumpre o prazo mínimo de permanência com o aparelho e a operadora.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 459 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal