Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

14/05/2009 - DCI Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Ministério apreende produção de leite falsificado


BRASÍLIA - O Ministério da Agricultura informou nesta quinta-feira (14) que apreendeu cerca de 110 mil litros de leite por indícios de fraude na produção nos estados de São Paulo, Paraná e Mato Grosso do Sul. A ação dos fiscais do ministério analisou amostras recolhidas nas etapas de recepção de matéria-prima, produção e comercialização dos produtos acabados, além do controle de estoque de ingredientes e aditivos utilizados pelas empresas na fabricação de seus produtos.

Segundo o ministério, 60 mil litros de leite UHT, pronto para distribuição, estão com suspeita de adição de água. Outros 36.659 litros de leite cru refrigerado foram apreendidos por estarem fora do parâmetro que a legislação exige e mais 14 mil litros do produto cru por presença de substâncias não permitidas.

Toda a fiscalização faz parte do Programa de Combate a Fraudes do ministério. O ministro Reinhold Stephanes disse que todos os meses são analisadas um milhão de amostras de leite em todo o país, com o objetivo de acompanhar a melhoria da qualidade do produto nacional. Ele defendeu a retirada das empresas desonestas do mercado e garantiu que a população não precisa se preocupar.

“É importante que a gente tire do mercado aqueles que, efetivamente, não agem de forma correta e também é importante que a população saiba que ela pode tomar o leite, porque há segurança. Nós estamos acompanhando, tanto através desses de exames laboratoriais, como através da fiscalização direta”, afirmou.

Além de autuadas, as empresas que apresentaram irregularidades estão submetidas, a partir de agora, ao Regime Especial de Fiscalização. Dessa forma, elas só podem comercializar seu produto após comprovar que adotaram medidas para corrigir as irregularidades apontadas. Também terão que apresentar um novo plano de controle de qualidade e submeter amostras das novas produções à análise em laboratório oficial.

Segundo Stephanes, o modelo de inspeção foi fortalecido após a Operação Ouro Branco, realizada pela Polícia Federal, que prendeu, em outubro de 2007, uma quadrilha de mais de vinte pessoas, que adulterava a composição do leite para obter mais volume e durabilidade. Elas atuavam em cooperativas de Uberaba e Passos, no interior de Minias Gerais.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 246 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal